Conchas com manteiga de pisco e orégano fresco

Adoro vieiras: conchas com textura de lagosta e sabor quase adocicado. No Brasil, é difícil encontrá-las frescas — pelo menos em São Paulo, até as congeladas são meio raras. O bichinho se desenvolve melhor na água fria e, até semanas atrás, as melhores vieiras que eu havia comido tinham sido na Galícia, noroeste da Espanha.

Eis que o Peru tem o mar igualmente gelado e é um grande produtor de vieiras, chamadas simplesmente de conchas pelos locais. Some o extraordinário talento culinário dos limenhos e você terá pratos quase insuperáveis. As belezuras da foto eu comi na cevicheria El Mercado, restaurante mais informal do chef Rafael Osterling, um dos mais conceituados do país. Eram feitas na churrasqueira com manteiga de pisco e orégano fresco.  Perfeitas. Uma receita parecida (ainda mais fácil, que não requer pisco) está no site do cozinheiro, em espanhol e inglês.