Boa Vida

/// Chocotone de cerveja

Hoje vou jogar para a plateia. A experiência me ensinou que os posts que mais fazem sucesso são aqueles que têm as palavras “cerveja”  ou “chocolate”. Este tem as duas, com um adicional natalina: estou falando de um chocotone de cerveja.

Não comi, mas não tem como ser ruim. A Galeria Chocolate, de São Paulo, está vendendo este ano um panetone recheado com ganache feito de chocolate belga (53% de cacau) e cerveja irlandesa Guinness (do tipo stout, com maltes torrados, um clássico para combinar com chocolate). Pesa 1 kg e custa R$ 54.

 


/// Cerveja e chocolate: a saga continua. Agora, com sorvete

 

A double chocolate stout, à esquerda, tem garrafa mais bacana e é mais encorpada, mas custa quase o dobro

Em prosseguimento à série de posts de Páscoa, hoje experimentei duas cervejas irmãs que levam chocolate. As americanas Rogue Chocolate Stout (R$ 37 a garrafa de 650 ml,  no Empório Alto dos Pinheiros) e Rogue Double Chocolate Stout (R$ 69) são líquidos negros e densos, com gosto de chocolate amargo — quem esperar sabores doces vai se decepcionar, pois o amargo do chocolate se soma ao do lúpulo e ao do malte tostado. Como seria de se esperar, a double chocolate é a mais concentrada das duas, mas a diferença não compensa o gasto extra.

Como ninguém aguenta tomar 1,3 litro de cerveja de chocolate, resolvi brincar um pouco com o conteúdo das garrafas. Joguei um pouco de double chocolate sobre uma bola de sorvete de baunilha. Ficou simplesmente espetacular, com o amargo e o tostado da cerveja em perfeito equilíbrio com a doçura leitosa do sorvete. Eu recomendo, e nem precisa ser com essa cerveja em especial. Qualquer boa cerveja porter ou stout vai ficar legal, mas é melhor procurar uma imperial stout com chocolate, como a mineira Wäls Petroleum ou a americana Brooklyn Black Chocolate Stout.


/// Depois do chocolate de cerveja, a cerveja de chocolate

Uma cerveja boa para acompanhar (ou substituir) o ovo de Páscoa.


Para quem gostou do ovo de chocolate da Skol, algo melhor ainda: a Young’s Double Chocolate Stout é uma cerveja inglesa que leva chocolate escuro e essência de chocolate na receita. O Beeradvocate, maior site de resenhas de cerveja (feitas por especialistas e leitores), deu nota 91/100 (excepcional) para ela. Boa para beber enquanto come um pouco mais de chocolate amargo, a cerveja pode ser comprada aqui por R$ 18,20.

 


/// Ovo de Páscoa de cerveja

Os ovinhos são recheados com trufa de chocolate branco ao aroma de cerveja

A Skol mandou para a redação uma caixa – na verdade, um miniengradado de plástico – com seis pequenos ovos de chocolate redondos, como convém à marca. A assessoria de imprensa já havia me avisado que os ovinhos tinha sabor de cerveja. Eu achava que isso significava a adição de malte ao chocolate, algo como Ovomaltine. Não. Os ovos são recheados com uma trufa branca com um gosto que claramente lembra cerveja. Metade da redação mal percebeu isso e gostou do chocolate; os outros acharam a coisa toda meio bizarra. Eu achei curioso e perfeitamente comível, embora não seja o meu chocolate favorito. Se você quer os ovos para experimentar ou dar um presente engraçadinho, vá à fan page da Skol no Facebook. O engradado com seis ovos custa R$ 70.


/// Chocolate no café da manhã é bom para sua dieta

Atacar um petit gâteau bem cedinho ajuda a emagrecer

Finalmente, uma boa notícia para quem adora chocolate (e outros doces) e tenta perder peso: mandar ver no açúcar logo de manhã pode ajudar na dieta, diz um estudo da Universidade de Tel-Aviv. Matar o desejo de chocolate logo no início do dia (quando há tempo de sobra para queimar as calorias) evita que a pessoa sucumba à tentação de, por exemplo, comer uma sobremesa muito calórica no jantar. Para quem quer saber mais sobre isso, aqui vai uma reportagem do jornal inglês The Telegraph.