A revista inglesa Empire publicou uma lista com os 100 melhores personagens de cinema de todos os tempos. A lista foi montada através de votação dos leitores da revista.

A lista, como qualquer lista que carrega o peso de “melhores de todos os tempos” – e que, portanto, precisam parecer algo sério -, é até previsível, mas o que causou impacto e polêmica foi justamente o primeiro colocado…

Don Corleone? Darth Vader? Indiana Jones? Carlitos?

Nada disso. O primeiro colocado na eleição foi Tyler Durden, o personagem de Brad Pitt em O Clube da Luta, de David Fincher.













Brad Pitt/Tyler Durden, o maior personagem de cinema de todos os tempos? Fala sério!

Este blogueiro confessa que, ao saber disso, resolveu assistir O Clube da Luta novamente. E conclui que o fã-clube de Pitt e, principalmente, do filme, é forte. Embora seja um filme marcante e influente, não há nada nele ou na atuação de Pitt que o qualifique para bater, por exemplo, um Travis Bickle (o personagem de Robert DeNiro em Taxi Driver). Ou o James Bond de Sean Connery. Ou um monte de personagens femininos que foram solenemente ignorados pela votação (Scarlett O’Hara, Holly Golightly, Annie Hall, há muitos ícones entre as mulheres!).

Veja os 25 primeiros da lista, aí embaixo:

1. Tyler Durden – Clube da luta
2. Darth Vader – Star Wars
3. Coringa – O cavaleiro das trevas
4. Han Solo – Star Wars
5. Hannibal Lecter – O silêncio dos inocentes
6. Indiana Jones
7. Jeffrey Lebowski – O grande Lebowski
8. Capitão Jack Sparrow – Piratas do Caribe
9. Ellen Ripley – Alien
10. Vito Corleone – O poderoso chefão
11. James Bond
12. John McClane – Duro de matar
13. Gollum – O senhor dos anéis
14. Exterminador – O exterminador do futuro
15. Ferris Bueller – Curtindo a vida adoidado
16. Neo – Matrix
17. Hans Gruber – Duro de matar
18. Travis Bickle – Taxi Driver
19. Jules Winnfield – Pulp Fiction
20. Forrest Gump – Forrest Gump
21. Michael Corleone – O poderoso chefão
22. Ellis ‘Red’ Redding – Um sonho de liberdade
23. Harry Callahan – Perseguidor implacável (Dirty Harry)
24. Ash – A morte do demônio
25. Yoda – O império contra-ataca

Outras observações:

1) É curioso o Gollum aparecer na lista, e à frente do Yoda, que é o pai desse tipo de personagem. O Yoda foi tão importante que o próprio E.T. foi inventado a partir do baixinho verde. Aliás, E.T. faz falta.

2) Quem merece aparecer e aparece é Ferris Bueller, o jovem mais admirado do cinema. Em Curtindo a Vida Adoidado, proferiu duas horas de falas que foram incorporadas no jargão básico dos adolescentes dos anos 80.



Ferris Bueller pára meia Chicago ao simplesmente dublar Twist and Shout, dos Beatles. Histórico.

3) A curiosidade máxima é encontrar Ash, o protagonista da série de terror Uma Noite Alucinante (ou A Morte do Demônio), objeto de culto da moçada esperta e apaixonada pela sétima arte descompromissada. Ash é o cara que encontra o Livro dos Mortos, enfrenta as “criaturas do limbo” personificadas em uma floresta e que serra a própria mão fora, por esta estar possuída pelo demônio. Depois de tantos gritos, tanto sangue de mentira e tantas risadas, é um prazer ver Ash na lista da Empire.


A mão boba de Ash não dá mole em Uma Noite Alucinante 2, o melhor da série Evil Dead.

E você? O que achou da lista? Quem faz falta nela? Quem não merecia ter aparecido?

Mande seus comentários. Ao final, BLOGIE vai montar sua própria lista dos melhores personagens do cinema.