Ringues, tatames, octógonos. Estamos sempre onde a porrada rola solta Claudia de Castro Lima

Ringues, tatames, octógonos. Estamos sempre onde a porrada rola solta

  • /// TUF Brasil 3 anuncia os 32 participantes

    A Globo divulgou a lista dos 32 participantes de duas categorias (peso-médio e peso-pesado) que participam do primeiro episódio do TUF Brasil 3, que estreia dia 9 de março na grade da emissora, depois do Big Brother Brasil (quando o BBB acabar, o TUF será exibido logo após o Fantástico). O primeiro programa da temporada é movimentado: nele, há 16 lutas, das quais sairão os 16 participantes que continuam efetivamente na disputa. Os dois treinadores são os desafetos Wanderlei Silva e Chael Sonnen, o que dá um molho especial ao programa, e a luta entre eles está marcada para o dia 31 de maio, no Brasil, mas em local ainda não definido. Confira abaixo, nas imagens reproduzidas do globoesporte.com, quem são os 32 participantes. Para visualizá-las em formato maior, clique na imagem e depois na lupa.

    Tuf pesados

    TUF medios

     


    /// Começam as atividades do primeiro UFC de 2014 no país

    Cigano ao lado de Paula Sack, na abertura oficial do primeiro UFC do Brasil em 2014

    Cigano ao lado de Paula Sack, na abertura oficial do primeiro UFC do Brasil em 2014

    Coube ao ex-campeão dos pesados Junior Cigano conduzir as atividades oficiais do primeiro UFC em terras nacionais deste ano, o UFC Fight Night no Combate: Machida vs. Mousasi, que acontece neste sábado, 15 de fevereiro, em Jaraguá do Sul, Santa Catarina. Ao lado das ring girls (chamadas no evento de octagon girls) Jhenny Andrade e Camila Oliveira, Cigano atendeu fãs para uma sessão de fotos, autógrafos e perguntas e respostas, conduzidas pela repórter oficial do evento Paula Sack, na Fnac Curitiba. A programação da fight week continua amanhã e sexta-feira:

    Quinta-feira, 13 de fevereiro

    TREINO ABERTO PARA IMPRENSA
    Onde:
    SCAR (Sociedade Cultura Artística), na rua Jorge Czerniewicz, 160, Jaraguá do Sul
    Quem participa: Lyoto Machida, Gegard Mousasi, Ronaldo Jacaré, Francis Carmont, Erick Silva, Viscardi Andrade, Charles Oliveira
    Hora: das 11h30 às 13h15
    O evento é fechado ao público

    Sexta-feira, 14 de fevereiro

    PESAGEM OFICIAL
    Onde:
    Arena Jaraguá, rua Gustavo Hagedorn, s/n, Jaraguá do Sul
    Hora: das 14h às 14h45 — sessão de autógrafos com Cigano, Camila Oliveira e Jhenny Andrade
    das 15h às 15h45 — perguntas e respostas com Junior Cigano
    das 16h às 16h45 — pesagem oficial do UFC
    O evento é aberto aos fãs, que devem mostrar ingresso distribuídos por meio dos canais oficiais do UFC ou por parceiros de mídia

    Sábado, 15 de fevereiro

    UFC FIGHT NIGHT no COMBATE: MACHIDA vs. MOUSASI
    Onde:
    Arena Jaraguá, rua Gustavo Hagedorn, s/n, Jaraguá do Sul
    Hora: 20h — portas abertas ao público
    22h30 — início do card preliminar
    0h30 — início do card principal

    Card Principal

    Peso médio: Lyoto Machida x Gegard Mousasi

    Peso médio: Ronaldo Jacaré x Francis Carmont

    Peso meio-médio: Erick Silva x Takenori Sato

    Peso meio-médio: Viscardi Andrade x Nicholas Musoke

    Peso pena: Charles do Bronx x Andy Ogle?

     

    Card Preliminar

    Peso leve: Cristiano Marcello x Joe Proctor

    Peso leve: Ivan Batman x Rodrigo Damm

    Peso leve: Francisco Massaranduba x Jesse Ronson

    Peso galo: Iuri Marajó x Wilson Reis

    Peso pena: Felipe Sertanejo x Maximo Blanco

    Peso meio-médio: Ildemar Marajó x Albert Tumenov

    Peso pena: Douglas D’Silva x Zubaira Tukhugov

     


    /// Começam hoje as vendas para o UFC Natal

    Maurício Shogun Rua e Dan Henderson. É essa revanche o principal chamariz do début do UFC em terras potiguares. O UFC Fight Night no Combate: Shogun vs. Henderson vai acontecer no dia 23 de março, um domingo, no Ginásio Nélio Dias. Os ingressos foram colocados à venda pela manhã aqui. E um setor, o Arquibancada A, já se esgotou, após apenas quatro horas de vendas! Como é um domingão, o evento acontece mais cedo, a partir das 16h30. O card principal está previsto para começar às 20h.

    A-la-la-ô: no calor de Natal, Shogun, um turbante e um dromedário (fotos: Wander Roberto/Inovafoto)

    A-la-la-ô: no calor de Natal, Shogun, um turbante e um dromedário (fotos: Wander Roberto/Inovafoto)

    A revanche entre Shogun, ex-campeão meio-pesado do UFC e do Pride (22-8 em sua carreira no MMA), e o ex-campeão dos finados Pride e Strikeforce é esperada desde novembro de 2011. Foi quando os atletas enfrentaram-se em uma das lutas mais épicas da história do UFC. Depois de muito sopapo dos dois lados, Hendo venceu por decisão unânime dos juízes — claro, contestada por algumas pessoas. “Estou muito feliz em enfrentar novamente o Dan Henderson, e mais ainda de poder voltar a lutar no Brasil, mais perto do público brasileiro, no país que eu amo”, disse Shogun, que só lutou aqui pelo UFC uma vez, no retorno do evento ao Brasil em agosto de 2011. “Eu sempre digo que meus fãs e meu país são minha maior motivação, e quando lutei no UFC Rio senti uma energia incrível. Sei que o público em Natal vai passar uma vibração enorme para todos os atletas. Além disso, o Dan Henderson é uma lenda e nossa primeira luta foi uma verdadeira guerra, considerada a luta do ano em 2011 por muita gente, então estou muito motivado para essa revanche e para um grande espetáculo.” Hendo, por sua vez, acha justo lutar desta feita por aqui. “A primeira luta entre a gente foi no meu país. Espero que essa seja novamente uma guerra. Shogun é um cara duro, então, sei que ele virá preparado para lutar cinco rounds caso seja necessário. Quero fazer outra grande luta como sempre tento fazer. Tenho certeza de que os fãs adorariam ver isso mais uma vez”, afirmou.

    Hendo também banca o nômade do deserto na foto promocional do UFC

    Hendo também banca o nômade do deserto na foto promocional do UFC

    Como todo card de evento no país, este está repleto de brasileiros: eles estão em todas as lutas. Os preços dos ingressos são os seguintes: Arquibancada B (R$ 180/R$ 90 meia-entrada); Cadeira Premium (R$ 700/R$ 350 meia-entrada); Octógono Premium (R$ 950/R$ 475 meia-entrada);  Portadores de Necessidades Especiais (R$ 90 meia-entrada).

    Card oficial do evento:

    Peso meio-pesado: Mauricio Shogun x Dan Henderson

    Peso médio: Cezar Mutante x CB Dollaway

    Peso leve: Leo Santos x Norman Parke

    Peso meio-pesado: Fabio Maldonado x Gian Villante

    Peso pena: Rony Jason x Steven Siller

    Peso leve: Gleison Tibau x Mairbek Taisumov

    Peso médio: Ronny Markes vs Thiago Marreta

    Peso mosca: Jussier Formiga x Scott Jorgensen

    Peso meio-médio: Thiago Bodão x Kenny Robertson


    /// Barão sobe no ranking peso por peso

    Barão still

    Os nossos dois únicos títulos brasileiros do UFC continuam em nossas mãos — e nas da equipe Nova União, do treinador Dedé Pederneiras. José Aldo e Renan Barão defenderam com sucesso seus cinturões mundiais no UFC 169: o primeiro venceu o adversário Ricardo Lamas por pontos, na visão unânime dos juízes (só perdeu um round); o segundo, após um nocaute avassalador ainda no primeiro assalto. Depois da vitória de Barão, ele saltou duas casas no ranking oficial peso por peso do UFC e ocupa a agora a quarta posição. À sua frente, na ordem, estão Jon Jones (campeão dos meio-pesados), José Aldo (dos leves) e Cain Velasquez (dos pesados). Com isso, Barão ultrapassou Demetrious Johnson (campeão dos moscas) e Chris Weidman (dos médios).

    A popularidade do divertido atleta só cresce. Ontem Barão chegou em sua Natal e, mesmo à 1h30 da manhã, foi recebido com aeroporto lotado. Até Dana White, presidente do UFC, rasgou-se em elogios ao potiguar. “Nunca esteve melhor. Renan Barão é o grande negócio. Faz tempo que tenho falado nele e ele foi incrível nesta noite”, disse o chefão logo após a luta.


    /// O esquenta para o UFC 169

    As usual, o UFC divulgou há pouco alguns vídeos para a promoção do evento que acontece neste sábado, em Nova Jersey, EUA. No UFC 169, os dois únicos brasileiros que ainda detêm títulos mundiais do evento os colocam em jogo. Renan Barão, que faz a luta principal da noite, enfrenta o casca-de-ferida Urijah Faber. E o manauara José Aldo terá Ricardo Lamas, segundo no ranking oficial do penas. Além deles, outros dois brasileiros sobem no octógono: Alan Nuguette e John Lineker. Os vídeos estão abaixo. Divirta-se.

    O treino de José Aldo e Renan Barão

    Distak, o treinador de Alan Nuguette, fala sobre o adversário

    Em Newark, Alan Patrick dá recado

    Também nos EUA, Aldo fala sobre a luta

    “‘Volto para o Brasil com o cinturão”, garante Barão

     


    /// Todos os nossos títulos do UFC estão em jogo

    José Aldo em seu último treino na Nova União: título em jogo contra Ricardo Lamas.

    José Aldo em seu último treino na Nova União antes do UFC 169: título em jogo contra Ricardo Lamas.

    Há pouco tempo, até o fim de 2012, detínhamos quatro cinturões do UFC. Naquela época, em que a categoria feminina ainda não havia estreado e havia oito divisões de peso, metade dos títulos estava com brasileiros: Junior Cigano (pesados), Anderson Silva (médios), José Aldo (penas) e Renan Barão (interino dos galos). Depois das derrotas duplas de Cigano (para Cain Velasquez) e Anderson (para Chris Weidman), nos restaram os títulos das categorias mais leves.

    E os dois estarão em jogo neste fim de semana, no UFC 169, que acontece neste sábado dia 1º de fevereiro em Nova Jersey, EUA. Quer dizer: se tudo der errado (toc, toc, toc), acordaremos no domingo sem nenhum campeão mundial do UFC. Aldo e Barão, que enfrentam Ricardo Lamas e Urijah Faber, respectivamente, prometem não deixar isso acontecer. “Aqui [na equipe Nova União] é treino duro sempre e não tem moleza. O pior já está passando. Agora, é bater o peso e entrar lá pra fazer o que eu gosto e o que sei fazer bem”, afirmou o potiguar Renan Barão após seu último treino. “Estar ainda no topo e disputando mais uma vez o cinturão representa poder entrar no octógono e fazer mais uma vez o que eu gosto de fazer”, disse Aldo. “É difícil prever as dificuldades que posso encontrar nessa luta. Ele tem as qualidades dele, mas o respeito fica fora do octógono. Lá dentro, vou fazer o meu melhor e vou vencer.”

    Renan Barão faz a luta principal do evento de sábado. Fotos: Alexandre Loureiro/Inovafoto

    Renan Barão faz a luta principal do evento de sábado. Fotos: Alexandre Loureiro/Inovafoto

    Renan Barão lutaria originalmente com Dominick Cruz, o detentor “oficial” do cinturão, para unificá-lo. Só que uma nova lesão do americano fez com que ele renunciasse ao título. Assim, o potiguar virou o dono linear do cinturão. No mesmo card há mais dois brasileiros, Alan Nuguette, que tenta sua segunda vitória no UFC contra John Makdessi, e John Lineker, que tenta passar pelo russo Ali Bagautinov. Veja o card completo abaixo:

    UFC 169
    CARD PRINCIPAL
    Renan Barão x Urijah Faber
    José Aldo x Ricardo Lamas
    Frank Mir x Alistair Overeem
    John Lineker x Ali Bagautinov
    Jamie Varner x  Abel Trujillo

    CARD PRELIMINAR
    John Makdessi x Alan Nuguette
    Chris Cariaso x Danny Martinez
    Nick Catone x Tom Watson
    Al Iaquinta x Kevin Lee
    Clint Hester x Andy Enz
    Tony Martin x Rashid Magomedov
    Neil Magny x Gasan Umalatov

     


    /// Três brasileiros lutam no UFC de amanhã

    UFC_on_FOX_10_Poster

    Sempre que ligo para meus pais para avisar que tem UFC no dia seguinte (ou em algumas horas), eles me perguntam: que brasileiros lutam? Pois no evento que acontece amanhã na fria Chicago, o UFC Fight Night: Henderson vs Thomson, eles torcerão para três: Hugo Wolverine, Adriano Martins e Gabriel Napão. O baiano Wolverine faz a quarta luta do card preliminar contra o americano Junior Hernandez. O amazonense Adriano, na segunda luta do card principal, encara o americano Donald Cerrone, oitavo no ranking da categoria dos leves. Já o peso-pesado Napão, décimo-segundo no ranking oficial, pode subir algumas posições se vencer o croata-americano Stipe Miocic, oitavo na lista, no co-main event. A luta principal do evento traz Benson Henderson em seu primeiro desafio após perder o cinturão dos leves para Anthony Pettis. Josh Thomson, seu adversário, aparece como o quarto ranqueado na categoria. O UFC será transmitido na íntegra pelo Canal Combate a partir das 19h30. Abaixo, os links de transmissão, para vocês (e meus pais) acompanharem os eventos que o UFC programou para hoje e amanhã.

    Evento: sessão de perguntas e respostas com Demetrious Johnson
    Quando: hoje, às 18h
    Onde: aqui

    Evento: pesagem
    Quando: hoje, às 20h
    Onde: aqui

    Evento: coletiva de imprensa pós-lutas
    Quando:
    sábado após o fim das lutas
    Onde: aqui

    Card completo

    Ben Henderson x Josh Thomson

    Gabriel Napão x Stipe Miocic

    Adriano Martins x Donald Cerrone

    Darren Elkins x Jeremy Stephens

    Alex Caceres x Sergio Pettis

    Eddie Wineland x Yves Jabouin

    Chico Camus x Yaotzin Meza

    Hugo Wolverine x Junior Hernandez

    Daron Cruickshank x Mike Rio

    George Sullivan x Mike Rhodes

    Walt Harris x Nikita Krylov

     


    /// Anderson quer lutar boxe antes de voltar para o MMA

    Anderson face to faceAgora à tarde, das 17h às 17h45, Anderson Silva fez um chat com seus fãs pelo Facebook. No momento em que o chamado Face to Face terminou, 15.193 pessoas haviam curtido o bate-papo. Anderson respondeu 31 das 7221 perguntas (grande parte era só comentário ou votos de melhoras) que recebeu (até o fechamento deste texto). Foi o primeiro contato mais direto com os fãs desde o fatídico 28 de dezembro, quando quebrou dois ossos da perna na luta contra Chris Weidman pelo UFC 168. Anderson falou nesse papo, entre outras coisas, que pretende fazer uma luta de boxe contra Roy Jones Jr. antes mesmo de voltar ao octógono. Aqui seguem algumas de suas declarações:

    Sobre a motivação para continuar lutando
    “É 100% a paixão pelo que faço. Não consigo me ver fazendo outra coisa, ao menos por enquanto. Não apenas lutar, e sim treinar. Sou feliz em acordar todo dia vendo que sou perfeito, que posso correr, treinar. Essa situação tem servido para que eu mesmo valorize esses momentos especiais e simples.”

    Sobre estar fazendo outros trabalhos para desestressar

    “Eu estou fazendo aulas de atuação! Estou treinando para meus planos no cinema!”

    Sobre o que pensou quando caiu no chão com a perna quebrada no UFC 168

    “Naquela hora não pensei em muita coisa, não. Tive que ter uma presença de espírito muito grande para não apoiar o pé no chão e piorar a fratura. Na hora eu só pensava na dor!”

    Sobre voltar a lutar

    “Eu tenho 100% de certeza de que vou voltar, mas não é algo que depende só de mim. Eles [médicos] estão acompanhando minha recuperação e até agora está tudo superpositivo. Mas preciso do feedback final deles para poder voltar 100%!”

    Sobre a rotina atual

    “Eu acordo, tomo café, vou para academia fazer fisio. Almoço e volto para a clinica fazer fisioterapia. Minha vida está focada 100% na minha recuperação!”

    Sobre a surpresa com o apoio dos fãs

    “Não imaginava que tinha tantos fãs assim. Confesso que fiquei emocionado e feliz em saber que tem milhares de pessoas que torcem por mim. Só tenho que agradecer aos fãs de todos os lugares do mundo!”

    Sobre haver uma segunda revanche contra Chris Weidman

    “Eu não tô preocupado com isso agora. Agora meu foco é ficar bom e 100% na minha recuperação. Quero ficar bom!”

    Sobre a quantas anda sua motivação

    “100% motivado”

    Sobre os principais responsáveis por difundir o MMA no Brasil e no mundo

    “Acredito que não só eu, mas outros atletas que trabalharam para o crescimento desse esporte foram importantes. Como Minotauro, Chuck Lidel, Randy Cutore, entre outros.”

    Sobre o filme que o inspira

    “Atualmente o que mais me inspira é Homens de Honra, com o Robert De Niro e Cuba Gooding, Jr. Tenho visto quase todo dia!”

    Sobre querer ainda lutar contra Roy Jones Jr.

    “Claro! Depois que eu melhorar é o meu maior gol! Até porque eu não poderei lutar MMA logo em seguida. Está nos meus planos lutar boxe sim, logo que eu puder lutar! E Roy é um grande ídolo meu!”

    Sobre ter dor

    “Sinto bastante dor ainda. Menos do que no começo, mas ainda dói muito.”

    Sobre objetivos profissionais para 2014

    ‘Primeira coisa é focar na minha recuperação. Quero ficar 100% e voltar para minhas atividades normais, meus projetos pessoais. Um deles é atuar como ator de cinema e outras novidades que estão vindo por aí!”

    ——

    Vocês já viram o especial incrível sobre os 20 anos do UFC que fizemos? Anderson Silva está na lista dos 10 maiores lutadores da história do evento. Veja aqui.

    ——

    E, como podem ter notado, depois de um longo e caloroso verão, o blog voltou. Sugestões, dúvidas, crítica? Me escreve: claudia.lima@abril.com.br.


    /// Primeiro UFC do país em 2014 já tem ingressos à venda

    Lyoto e Mousasi, em frente à Arena Jaraguá, palco da luta em fevereiro

    Lyoto e Mousasi, em frente à Arena Jaraguá, palco da luta em fevereiro

    Lyoto Machida, que fez uma ótima estreia nos pesos-médios do UFC contra Mark Muñoz, em outubro (e papou o prêmio de nocaute da noite com um chute na cabeça de seu adversário), terá a responsabilidade de protagonizar o primeiro UFC de 2014 em terras brasileiras. Ele acontece em 15 de fevereiro, novamente em Jaraguá do Sul, SC. Em sua segunda luta nos médios, pega o duro Gegard Mousasi, ex-campeão dos meio-pesados do finado Strikeforce, que também está descendo de categoria (ele ocupa a nona posição no ranking dos meio-pesados do UFC. Lyoto encontra-se em uma situação engraçada: é o décimo no ranking dos meio-pesados e subiu para quarto no dos médios).

    O negócio continua bom no card do UFC Fight Night no Combate Machida vs. Mousasi. A luta co-principal coloca Ronaldo Jacaré, ex-campeão dos médios do Strikeforce e terceiro no ranking do UFC, e Francis Carmont, que ocupa a oitava posição. Jacaré está atrás de sua sexta vitória consecutiva — a terceira pela organização. Carmont está invicto, com seis vitórias. O catarinense Thiago Tavares faz o terceiro combate em importância. Lutando em casa, encara Zubaira Tukhugov em sua estreia pela divisão dos penas. Como sempre acontece no país (ótimo para nossos atletas, que têm mais oportunidades de atuar pelo UFC), o card está repleto de brasileiros.

    O simpático Jacaré, que faz o co-main event (fotos Wander Roberto/UFC)

    O simpático Jacaré, que faz o co-main event (fotos: Wander Roberto/UFC)

    Os ingressos começaram a ser vendidos hoje pelo site da Tickets For Fun, aqui. Eles custam a partir de R$ 240 (Arquibancada, preço cheio; R$ 120 a meia-entrada) e vão até R$ 950 (Octógono Premium, também preço cheio).

    Card oficial até o momento:

    Peso médio: Lyoto Machida x GegardMousasi

    Peso médio: Ronaldo Jacaré x Francis Carmont

    Peso pena: Thiago Tavares x Zubaira Tukhugov

    Peso leve: Cristiano Marcello x Joe Proctor

    Peso meio-médio: Viscardi Andrade x Nicholas Musoke

    Peso pena: Charles do Bronx x Andy Ogle

    Peso leve: Francisco Massaranduba x Jesse Ronson

    Peso leve: Ivan Batman x Rodrigo Damm

     


    /// Fim de semana de lutas

    Fim de semana de boas lutas este que vem chegando. O negócio começa na sexta-feira, 6 de dezembro, com o UFC Fight Night no Combate Pezão x Hunt. No evento, que acontece na Austrália e tem transmissão para o Brasil a partir das 21h20, o gigante Antônio Pezão, quarto no ranking dos pesados, enfrenta o neozelandês (que está quase em casa, portanto) Mark Hunt. Os dois são amigos: já foram companheiros de treino. Lutão Brasil x Nova Zelândia também no co-main event: Mauricio Shogun Rua encara James Te-Huna (será que ele vai fazer performance à la Men in Black na entrada de novo?). Mais três brasileiros estão no card: Bethe Pitbull Correia (que estreia contra a americana Julie Kedzie), Caio Monstro Magalhães (enfrenta o canadense Nick Ring) e Bruno Carioca Santos (também estreante, contra o polonês Krysztof Jotko).

    Pezao x Hunt

    UFC Fight Night no Combate Pezão x Hunt
    Card Completo
    Mark Hunt x Antônio Pezão
    Mauricio Shogun x James Te-Huna
    Ryan Bader x Anthony Perosh
    Pat Barry x Soa Palelei
    Dylan Andrews x Clint Hester
    Julie Kedzie x Bethe Correa
    Takeya Mizugaki x Nam Phan
    Nick Ring x Caio Magalhães
    Richie Vaculik x Justin Scoggins
    Bruno Santos x Krysztof Jotko
    Ben Wall x Alex Garcia

    capitão jungle

    Já no sábado, dia 7 de dezembro, São Paulo sedia a 62ª edição do Jungle Fight. Novamente no simpático Ginásio Pelezão, no Alto da Lapa, o evento do promotor Wallid Ismail terá oito lutas — na principal, Rafael Gogó defende o cinturão dos pesos-penas (até 66 kg) contra Alexandre Capitão (foto), que vem de duas vitórias consecutivas e faz sua nona luta pela organização. O notório peso-pesado Edson Conterrâneo, que tem cartel de 18 vitórias e sete derrotas, é o astro da segunda luta mais importante. Nela, ele terá pela frente Douglas Simões. O canal Combate transmite o Jungle ao vivo. Nos EUA e no México, a transmissão é feita pelo canal ESPN Deportes e ESPN 3.

    Jungle Fight 62
    Card completo
    Rafael Miranda Gogó x Alexandre Campos Capitão
    Edson Conterrâneo x Douglas Simões
    Lúcio Curado x Erick Parrudo
    Rafael Nunes x Angelo Lopes
    Douglas Bertazini x Jesus Chochuy Sanchez
    Paulo Panthro x Davi Tatá Silva
    Elton Viper x Patrick Silva
    Felipe Douglas Buakaw x Denis Alagoas Silva

    FMC

    Por fim, também no sábado, mas exclusivamente para quem está em São Paulo, a quadra da escola de samba Águia Ouro recebe o Fight Masters Combat. O evento, uma mistura de noite de lutas com show. O combate principal será uma disputa de cinturão dos 70 kg entre Jorge Patino Macaco e Wagner Galeto. E o show principal está nas mãos do ConeCrew Diretoria. Além da banda de hip-hop, tocam no evento Fernandinho Beat Box e DJs da Clash. A ex-panicat e campeã das 100+ VIP em 2010 Juju Salimeni será a ring girl. Os ingressos para o evento, que custam a partir de R$ 100 (entrada inteira para mulher) estão à venda aqui.

    Card completo
    Jorge Patino Macaco x Wagner Galeto
    Junior Maranhão x Jimmy Lira Nascimento
    Leandro Compri Alfano x Gilson Lomanto
    Rogério Ferreira x Fernando Santo Forte
    Robert Abu x Marcelo Baiano Santos
    Daniela Cunha x Tabata Rissi

    Atualização: depois de levar um pito de amigos amantes de MMA (né, Alexandre Matos e Val Carnaval?), aqui segue uma lista de outros eventos que ocorrem neste fim de semana.

    Quinta-feira, 5/dez (não é fim de semana, mas é quase)

    Coliseu Extreme Fight 8: No evento que acontece em Maceió, Paulo Bananada faz contra Gilbert Burns a luta principal.

    Sexta-feira, 6/dez

    Legacy 26: Leonard Garcia e o invicto Kevin Aguillar fazem o combate principal.

    One FC 13: No main event, Koji Oishi encara Honorio Banario.

    Sábado, 7/dez

    Cage Warriors 62: Neil Seery e Ulysses Gomez disputam o título dos moscas.

    Invicta FC: na sétima edição do evento, Claudia Gadelha e Carla Esparza disputam o cinturão.

    Smash Fight 3: Em Curitiba, Matheus Buffa, da CM System, e Diogo Bebezão, da Nova União, são as grandes atrações.

    WSOF: A sétima noite de lutas da organização que se fortalece cada vez mais e desta feita, no Canadá, tem Lance Palmer disputando cinturão dos penas com o Georgi Karakhanyan. Outra atração do card é o invicto Nick Newell, que tem uma amputação no braço esquerdo.

    Boxe: Darren Barker defende o cinturão da IBF contra Feix Sturm. Transmissão: Esporte Interativo (a partir das 16h30)

    Boxe: Guillermo Rigondeaux coloca em jogo suas coroas super WBA e WBO super galo contra o ex-campeão mundial IBF dos galos, Joseph Agbeko. Transmissão: SporTV.

    Domingo, 8/dez

    Bison Fighting: aconteceria em Interlagos, São Paulo, mas acaba de ser cancelado.

    Nitrix Champion Fight 18: em Florianópolis, o atleta da casa Nilton Feijão encara o paranaense radicado em São Paulo Bruno Jacaré.