VIP Vintage Marcelo Orozco

O lugar dos tesouros retrô: carros, produtos, propagandas, fotos, vídeos… tudo das antigas

/// As mulheres de Ronaldo Fenômeno na VIP

Olhando capas da VIP na redação, notamos algo que foi recorrente na revista: mulheres com quem o hoje ex-jogador Ronaldo Fenômeno namorou ou se casou. Vamos contar: a primeira foi a ex-jogadora de futebol e apresentadora Susana Werner (acima), com quem ele namorava durante a Copa de 1998.

A transmissão oficial dos jogos da Copa adorava localizar a Susana nas tribunas para embelezar as telas de TV do mundo inteiro. Não muito depois, os dois se separaram. E hoje Susana está bem casada com o goleiro Júlio César, titular do Brasil na Copa de 2010. Ela estrelou nossa edição de julho de 2001.

Depois de Susana, Ronaldo teve seu primeiro casamento com outra garota futebolista: Milene Domingues, que ficou famosa ainda novinha como “rainha das embaixadinhas”. Os dois se casaram em 1999 e tiveram o filho Ronald. Milene saiu na VIP em outubro de 2003, quando ainda ostentava o título de “primeira-dama do futebol”. Só que, no mês seguinte, estourou a notícia da separação do casal.

Novamente solteiro, o Fenômeno não perdeu tempo e teve um romance com a modelo Lívia Lemos. A VIP também não perdeu tempo e colocou a nova “ronaldinha” na capa de fevereiro de 2004.

Mas Lívia foi passageira. Poucos meses depois, Ronaldo começou algo bem mais sério com a modelo e apresentadora Daniella Cicarelli, que estava em seu auge (tinha sido a campeã das 100+ da VIP em 2003). Tão sério que os dois anunciaram noivado em setembro e marcaram casamento.

Para marcar o acontecimento, a VIP deu uma capa “despedida de solteira” para Cicarelli em outubro de 2004. O casamento aconteceu em fevereiro de 2005, mas acabou apenas três meses depois.

A próxima namorada do Fenômeno foi a top model Raica Oliveira, que anunciou a chegada do verão em nossa edição de dezembro de 2005, pouco tempo depois de a ligação entre eles ter chegado ao noticiário. Eles estavam juntos quando Ronaldo disputou sua quarta e última Copa na Alemanha, em junho e julho de 2006. Em setembro, já tinham acabado.

E parou por aí. Bia Antony, com quem Ronaldo está casado desde 2008 (em março, eles negaram boatos de separação) e teve dois filhos, nunca marcou presença numa capa da VIP.

***

Posts relacionados

 

 


/// O jogo de War de Angelina Jolie

Angelina Jolie nem estava concorrendo a prêmio algum, mas roubou a cena do Oscar no último domingo (27/2) ao exibir sorrateiramente uma das pernas através de uma fenda em seu vestido preto. Enfim, basta aparecer que ela magnetiza o público. É por essa razão que Angelina fez história na VIP: foi a primeira estrela estrangeira em nossa capa (a partir de 1997, quando a VIP passou a ter só belas mulheres na página frontal) e, por enquanto, a única não-brasileira a se tornar campeã das 100+. Isso aconteceu na edição de novembro de 2005.

Mas Angelina já era presença constante na VIP antes de ganhar esse título. A primeira vez em que ela apareceu em nosso radar foi na edição de abril de 2000. Em fevereiro de 2004, concedeu uma entrevista à hoje extinta seção “Talk Show”, na qual falava principalmente de seus trabalhos humanitários e do primeiro filho que adotou.

Como ela prosseguiu adotando uma criança atrás da outra (sempre em países diferentes) nos anos seguintes, em maio de 2007 fizemos uma brincadeira na seção “Preliminares”: o jogo Wargelina, inspirado no clássico tabuleiro do War.

A diferença desse jogo imaginário para o War verdadeiro era que, no Wargelina, o objetivo não era conquistar territórios em todos os continentes através da guerra, mas sim através da adoção – tanto que as concorrentes eram outras estrelas do show business que reforçavam o time das mães adotivas na época.

Para ver os detalhes do jogo Wargelina, clique na imagem para ampliá-la.