Morreu no domingo (1º/4) em Naples, Flórida (EUA), o ex-centroavante italiano Giorgio Chinaglia. Ele tinha 65 anos e sofreu um ataque cardíaco dois dias antes. Na década de 1970, Chinaglia foi um dos astros do primeiro boom nos Estados Unidos do “nosso” futebol (para eles, soccer), vestindo a camisa 9 do New York Cosmos ao lado de Pelé e Franz Beckenbauer (os três na foto acima).

O Cosmos, que pertencia ao grupo de comunicação Warner, foi galáctico bem antes do Real Madrid do século 21: entre 1975 e 1983, a equipe teve nada menos que, além do Rei Pelé, os brasileiros Carlos Alberto Torres e Oscar, o alemão Franz Beckenbauer, o paraguaio Romerito e dois astros da Laranja Mecânica da Holanda de 1974: Neeskens e, por apenas um amistoso em 1978, o mito Johan Cruyff.

Chinaglia não era tão craque quanto esses acima citados, mas sabia fazer gols. Em 1974, levou a Lazio ao seu primeiro título italiano e, em seguida, foi à Copa do Mundo, mas a Itália foi eliminada na 1ª fase e Chinaglia mal jogou.

Em 1976, Chinaglia foi a segunda grande contratação do Cosmos (Pelé foi a primeira, um ano antes), principalmente para tentar atrair a grande colônia italiana nova-iorquina.

De temperamento forte, Chinaglia botava banca de dono do time, o que o colocava em constantes atritos com outras personalidades fortes como a de Pelé e de Beckenbauer (que chegou ao time em 1977). Mas sua artilharia o ajudava a manter sua posição mascarada. No vídeo abaixo, uma compilação dos gols dele na temporada de 1980.

 

Graças ao Cosmos, o soccer foi uma moda empolgante na terra do beisebol, do basquete e do football naquela época. Outros clubes da NASL, a liga nacional americana, compraram grandes jogadores veteranos: o alemão Gerd Müller, o português Eusébio, o inglês Bobby Moore, o peruano Cubillas e o norte-irlandês George Best, ex-astro do Manchester United (na foto abaixo, com o cantor Elton John).

Mas a despedida de Pelé do futebol em 1977 (veja ao lado o ingresso para o jogo entre Cosmos e Santos – clique para ampliar) marcou o início do declínio da liga americana.

Em 1984, o campeonato foi cancelado. O soccer só voltaria a se organizar por lá, de maneira bem mais discreta, depois que o país organizou a Copa do Mundo de 1994.

Muitas imagens dessa era galáctica do soccer estão reunidas em dois tumblr:

  • The New York Cosmos traz apenas fotos do time de Pelé e Chinaglia;
  • F*** Yeah NASL é bem mais abrangente, com cenas de todos os times e astros que fizeram os Estados Unidos parecerem um “país do futebol”, pelo menos por alguns poucos anos da década de 1970. Vale muito uma visita.

***

(Fotos: reproduções do tumblr F*** Yeah NASL)