Florestas devastadas

Você já deve ter reparado (sem querer, claro) no vestiário da academia ou do clube: o desmatamento atingiu a planície masculina. Onde antes havia uma farta floresta agora há, no máximo, um matinho baixo, onde a mulherada pode achar com mais facilidade o graveto principal. E elas aprovam: encomendamos uma enquete no site da revista NOVA que mostrou que 90% das mulheres preferem homens que façam a chamada depilação íntima ou que sejam pelados em parte da região pubiana.

Geralmente, é a própria mulher ou namorada que leva o homem para a depilação com cera quente

Os números comprovam a tendência. Pesquisa encomendada pela Philips aponta que 72% dos brasileiros fazem algum tipo de intervenção nos pelos pubianos: eles aparam, raspam ou depilam. A procura por cera quente para eliminar a penugem pubiana dobrou no último ano, de acordo com dermatologistas e clínicas de depilação procuradas pela VIP. De olho nisso, a DepiRoll, líder do mercado de depilação, acaba de lançar sua linha masculina e estima que até o fim de 2010 ela seja responsável por 20% das vendas da marca.

“Atendo de dez a 15 clientes por dia. E, a cada dez, quatro ou cinco depilam a virilha”, diz Leila Rosa, da Garagem Estética, salão paulistano só para homens. “Geralmente é a mulher ou namorada que os trazem aqui.” Os motivos principais que levam os caras à depilação são higiene e estética, segundo Luciana dos Santos, da Poko Pello, clínica de depilação masculina do Rio de Janeiro.

O carioca João Henrique Verly Ferrão, 37 anos, dentista e professor universitário, já encarou uma dolorida sessão de cera quente. “Não que eu não goste de pelos. Só não gosto deles em determinados momentos e regiões”, diz ele. “Principalmente no verão, quando a transpiração é maior.” Segundo João, o corpo fica mais sensível sem pelos. “E tem muita mulher que acha o máximo”, diz ele, que já fez depilação completa. De acordo com a depiladora Flor Lopes, do EspaçoBe, de São Paulo, essa não é a opção da maioria dos homens. Dos três tipos de depilação íntima masculina, a mais pedida é a de virilha comum, que tira os pelos do contorno da sunga.

Moda lá fora
A moda de eliminar os pentelhos está forte na Inglaterra. Lá o jogador David Beckham popularizou a chamada “boyzilian”: mescla de “boy” com “brazilian wax”, como a depilação feminina da virilha é conhecida.

Nos Estados Unidos, depilação íntima faz sucesso há tempos. Entre os pioneiros estão os atores da indústria pornográfica, sob alegação de que o pênis parece maior sem os pelos ao lado. Os atores brasileiros entraram na onda e desfilam mais motivos para defender a prática: “É muito mais higiênico, evita cheiros e fica mais bonito”, diz Rogê, um dos atores pornôs mais famosos do país.

A dermatologista Carolina Ferolla diz que, embora raspar os pelos pubianos seja mais comum, depilar é mais indicado para a área. Seja lá qual o método a ser adotado, antes o local deve ser limpo com água e sabonete neutro. “Depois, deve ser passado um gel pós-depilatório sem álcool”, diz. Além disso, para evitar que os pelos que começam a crescer encravem, depois de alguns dias o sujeito deve fazer uma esfoliação.