5 dicas para não levar trabalho para casa

O segredo é se planejar e não deixar que o trabalho chegue em casa junto com você

Você já teve a impressão de que leva muito trabalho para casa e deixa de aproveitar momentos preciosos com a família por causa disso? A boa notícia é que você não está sozinho nessa. Segundo uma pesquisa de 2016 das empresas Intel e Dell, os brasileiros são os que mais levam trabalho para a casa. Cerca de 53% dos entrevistados afirmaram realizar tarefas profissionais em casa.

Segundo os especialistas em desenvolvimento pessoal Antonio Prates e Taty Nascimento, criadores do canal Vida Com Método, o que leva as pessoas a chegarem nessa situação é a falta de planejamento. “Quando não temos planejamento, acabamos buscando incessantemente por soluções para os problemas profissionais. Como não conseguimos, ficamos com esses problemas na cabeça”, explica Taty. “Isso nos impede de manter o foco no momento presente”, ressalta.

A solução para resolver essa situação não é complexa: reservar um tempo na sua semana para planejar as suas tarefas profissionais e pessoais. Como fazer isso? Listando as principais tarefas e determinando um tempo para elas. Antonio ressalta que esse planejamento precisa ser revisado durante a semana, para observar se é preciso modificar algo ou se os planos estão saindo como esperado. “O planejamento deve ser seu aliado, um guia para seguir pelo caminho correto, e nunca um vilão que te prende”, destaca.

Além do planejamento, existem cinco fatores que podem ajudar todo profissional a se organizar:

1- Aumentar a produtividade

Embora não seja tão simples, é importante se preocupar em aumentar a produtividade ao longo do dia. Segundo os especialistas, este pode ser o grande responsável por deixar a mente mais tranquila. “Esteja sempre focado e totalmente presente no que está fazendo para aumentar a produtividade”, orienta Antonio. Para te ajudar nessa tarefa, não tente fazer várias coisas ao mesmo tempo.

2- Ter outras atividades

Antonio explica que praticar outras atividades é muito importante para distrair e motivar as pessoas além do expediente. Então, que tal aprender um instrumento novo, fazer uma atividade física ou se inscrever em um curso de algum tema que você gosta muito como hobby?  Essas atividades diminuem a pressão do dia a dia e também contribuem para a melhora da saúde.

3- Colocar as preocupações no papel

Conforme explicam os especialistas, a dica de ouro – e fácil de fazer – é esvaziar a mente das tarefas. “Coloque todas as preocupações e tarefas no papel, livrando o seu cérebro de tudo o que ele precisa fazer. Quando você faz isso, é mais fácil se concentrar na tarefa do momento, obter mais foco ou estar presente para uma atividade prazerosa entre amigos ou familiares”, explica Taty. Ela também aconselha que, no caso das pessoas mais conectadas e menos amigas do papel e caneta, existem aplicativos que podem ajudar nessa situação.

4- Manter a energia

A grande preocupação dos especialistas é ajudar as pessoas a manterem o nível de energia ao longo do dia. “Quem consegue manter a energia vai viver de forma mais leve e ter mais clareza para resolver situações desafiadoras”, declara Taty. Ela explica que existem algumas práticas simples – porém subestimadas pela maioria das pessoas – que ajudam a manter a energia: dormir bem e se alimentar de maneira saudável, por exemplo. 

5- Negociar prazos

Por fim, Taty explica que é importante aprender a negociar os prazos das tarefas de acordo com a disponibilidade de cada um. “Em vez de tentar agarrar todas as tarefas e resolver tudo, diga ‘não’ e seja sincero, o que é muito melhor que prometer algo e falhar”, ressalta. A sinceridade é essencial quando o assunto é prazo. “Negocie os prazos de entrega de trabalhos, tarefas e outras coisas, de acordo com o seu tempo. Assim você vai poder fazer com calma e não se atropelar”, conclui Antonio.