Hostels, a melhor opção para viagens internacionais

Noites em hostels em Londres ou Madri custam por volta de 35 reais

Hotel agora é coisa para gente velha.  Em viagens para fora do país, o melhor custo benefício é encontrado em hostels (albergues), onde além de pagar barato, você pode conhecer mais gente, se divertir mais e até se hospedar dentro de um bar.

Uma noite em um bom hostel em cidades como Londres e Madri custa por volta de 35 reais, onde a maioria oferece café da manhã incluso. Apesar do desconforto de não dormir sozinho no quarto (cada quarto pode ter de 4 a 20 camas), você acaba conhecendo pessoas de diferentes países, o que é interessante, principalmente para quem viaja sozinho.  Alguns também oferecem internet e uma sala com TV para o pessoal se enturmar. Em muitos deles, principalmente na Inglaterra, o hostel fica em cima de um pub, ou seja, você paga um preço razoável na bebida e não precisa de muito esforço para voltar bêbado para casa.

“Ainda que a maioria torça o nariz para ter que compartilhar um quarto, a realidade é que se acaba por conhecer pessoas com quem compartilhar experiências” conta o português André D’Oliveira, manager da equipe de reservas de uma rede de hostels. “O hotel é muito cinzento, muito para adultos. O hostel providencia um ambiente mais relaxado e, muitas vezes, mais confortável. Isto, claro, sem falar no principal fator: a diferença de no preço.”

Ficam algumas dicas sobre fatores em que se deve prestar atenção:

Instalações: Claro que nenhum dono colocaria na internet fotos do hostel em um estado deplorável. Antes de escolher, não custa ler alguns reviews sobre as instalações (os sites de busca mostram tanto as notas quanto depoimentos de pessoas que ficaram hospedadas) e procurar alguns vídeos no Youtube de pessoas dentro do local. Também é importante prestar atenção na quantidade de banheiros que o albergue oferece.

Localização: Hostels mais afastados da cidade são sempre mais baratos, mas o transporte muitas vezes acaba igualando o gasto total; além de que não vale a pena perder muito tempo em transporte se você vai ficar poucos dias no lugar. Também veja o endereço no Google Street View e confira se a vizinhança oferece algo legal e se aparenta ser segura.

Serviços oferecidos: Alguns hostels cobram pela internet, roupa de cama e armários para deixar a bagagem. Se for ficar bastante tempo hospedado, por mais que você não esteja acostumado, lembre-se que vai ter que lavar roupa, e é importante ter uma lavanderia. É bom conferir isso para evitar surpresas.

Veja alguns sites para comparar os hostels, onde você já pode fazer a reserva. A dica é filtrar pela nota geral (mais de 80%, por exemplo), e classificar a lista pelo preço mais baixo. Lembre-se que as diárias durante o fim de semana são mais caras, e quanto mais camas tiver seu quarto, mais barato fica.

http://www.hostelbookers.com/

http://www.hostelworld.com/

http://www.hostels.com/