Os 3 minutos salvadores

Os primeiros 180 segundos podem, segundo cientistas, definir se você vai conquistar aquela gata que acaba de ver ou conseguir o emprego que tanto quer. Saiba como aproveitar da melhor forma esse tempo em três situações estressantes

Para chegar em uma mulher na balada

1 “Preste atenção ao ambiente e às pessoas que a cercam, para captar sinais e para puxar assunto”, diz Fernando Fênix, coach de relacionamentos da PUA Training.

2 “Cruze seu olhar com o dela. Lance um segundo olhar e sorria. Se virar a cara, fique na sua (por enquanto)”, diz o especialista. “Se sorrir ou ficar envergonhada, vá até ela.”

3 Fique ao lado da gata, não de frente (para não intimidar), e preste atenção a sua linguagem corporal: não coloque a mão no bolso nem cruze os braços, mostre que está confortável. Mantenha a postura e a olhe nos olhos.

4 “Apresente-se e pergunte o nome dela. Faça uma pergunta qualquer para puxar assunto, mas não a interrogue.”

5 Sorria e seja o melhor que você pode ser.

6 Para gerar conforto e atração, a mulher precisa ser tocada. Segure delicadamente o antebraço dela por uns três segundos.

7 “Se você quer elogiar, surpreenda. Ela não passou horas se arrumando à toa”, afirma. “Seja diferente e comente um detalhe do visual dela. Observe os acessórios: o sapato, a cor das unhas, como está o cabelo…”

8 Não confunda piadinhas prontas com bom humor. Aposte na simpatia e na descontração.

Quando você vai conhecer o sogrão

1 Antes de qualquer coisa, pergunte sobre os assuntos que o pai dela mais se interessa. Abordar esses temas será a melhor maneira de levar uma conversa natural.

2 “Aja com naturalidade”, diz Fernando Fênix. “Encare como se fosse conhecer uma pessoa normal, não pense nas consequências.”

3 Capriche na roupa. Deixe que ela faça parte da impressão que você quer passar. E nesse caso, claro, é a seriedade, a imagem de que você é maduro. Use, por exemplo, um blazer sobre uma camisa com jeans.

4 Comece se apresentando e pergunte como ele está. “Dê aquele aperto de mão firme e olhando nos olhos, para mostrar segurança.” Cuidado para nunca dar as costas a nenhuma das pessoas em volta.

5 Seja cavalheiro, educado e permaneça seguro, porém sem mostrar arrogância. “Se ele citar ou perguntar sobre um assunto que você não saiba, não finja que sabe”, diz Fernando. Diga que não tem certeza ou que não acompanhou a notícia. “Em seguida, demonstre interesse pelo que ele tem a falar.”

6 Se ele for gente boa, engraçado, dá para ficar mais descontraído, falar alguma frase com tom de humor. Mas, se ele aparentar ser mais secão, seja ainda mais cauteloso com o que disser – fuja de frases polêmicas.

7 Evite falar do óbvio: como você gosta da filha dele, que vai fazê-la feliz, blablablá. E não tente ser puxa-saco: ele vai perceber.

Para uma entrevista de emprego

1 Vá com o currículo revisado. Você tem pouco tempo para contar o que de mais importante fez na vida até agora. Faça em casa um resumo com os pontos mais relevantes para pensar mais rápido na hora da entrevista.

2 “Conheça a empresa”, afirma Marcela Buttazzi, coach de carreira da MB Coaching. “Adapte seus interesses ao perfil dela e escolha quais qualidades suas se encaixam.”

3 “Como se trata de uma análise que leva em conta o seu poder de relacionamento com diferentes pessoas, além do seu histórico profissional, foque na sua postura ética e seu lado comunicativo”, diz Marcela.

4 Nas entrevistas em multinacionais e instituições bancárias, é imprescindível o uso de terno. “Já em outras empresas, é possível deixar separado uma camisa de manga longa, um blazer e uma calça social”, afirma a especialista. Nos pés, sapatos sociais, sempre.

5 Evite perfumes intensos, fumar ou beber antes da entrevista ou dinâmica.

6 Na salinha para esperar sua vez, por exemplo, não cai bem reclamar do tempo, trânsito ou poluição, mostrar-se de mau humor ou irritadiço. “Lembre-se que os primeiros minutos de contato com os demais entrevistados também são muito importantes”, diz Marcela. “Eles serão parte de um conjunto de impressões que você passará para todos naquele ambiente.” Pareça reservado e otimista.

7 Ao entrar na sala de entrevistas, sorria e faça a “conexão dos cinco segundos” – olhe nos olhos da outra pessoa por cinco segundos ou mais quando fala algo importante. Assim, mesmo que você desvie o olhar, a pessoa continuará prestando atenção em você.

8 “Nunca fale mal da empresa em que trabalhou anteriormente nem reclame da sua vida”, avisa a coach. Fale clara e pausadamente, driblando todos os sintomas de ansiedade: gagueira, inquietação, mania de cortar a fala do entrevistador. “Ouça para ser ouvido.”