Sensível e madura, Laura Marling lança novo álbum

Em Semper Femina, a cantora enriquece seu folk somando toques de jazz e rock ao violão intimista

A inglesa Laura Marling foi uma menina-prodígio dez anos atrás, quando colocou suas músicas feitas no violão na rede social MySpace (que era um sucesso na época). Dali nasceu uma carreira musical de verdade, contratada pela gravadora Virgin. Agora, aos 27 anos, Laura chega ao sexto álbum, Semper Femina, lançado por seu próprio selo More Alarming Records. Ela demonstra maturidade num som ao mesmo tempo mais despojado e mais elaborado que suas obras anteriores.

laura-marling-semper-femina-musica-cultura-vip

(Divulgação/Reprodução)

O título do álbum vem de um verso do clássico poeta romano Virgílio na obra Eneida – “Varium et mutabile semper femina”, ou “Inconstante e sempre mutável é a mulher”. Nas letras, Laura explora o olhar feminino sobre as complexidades do mundo.

Letras à parte, é no som que está a força de Semper Femina. Quanto à voz, Laura canta com desenvoltura, às vezes numa cadência de bate-papo, em outras explorando seus agudos sem exageros.

Na parte instrumental, o produtor Blake Mills (Alabama Shakes e John Legend) ajudou Laura a enriquecer seu folk com toques de jazz, como na hipnótica Soothing. Ou com os ruídos de guitarra que marcam Nothing, Not Nearly. O clima é intimista (os sons de encerramento sugerem Laura largando o violão no chão para ver passarinhos no jardim) mas nunca meloso. É música adulta, sensível e sensata.

 

Assine nossa newsletter e receba conteúdo VIP toda sexta-feira no seu e-mail. Ensaios com lindas mulheres, diversão, futebol, carros, o melhor da gastronomia e muito mais. Basta entrar neste link e colocar seu nome e e-mail para começar a receber o melhor da VIP.