Maya Gabeira é a nova cara da TAG Heuer no Brasil

A surfista de 29 anos fala em entrevista à VIP sobre sua carreira e vida pessoal

Qual sua relação com a TAG Heuer?

Eu acabo de me tornar amiga da marca, mas sempre tive uma relação de admiração. Acho os relógios lindos. A marca fez o convite e adorei porque sou muito fã e admiro muito os atletas que representam a TAG Heuer.

Quais valores da marca você enxerga em si?

#DontCrackUnderPressure [lema da atual campanha] é algo que tem tudo a ver comigo. Meu esporte é de alto risco, as ondas que surfo são gigantes. Quando elas acontecem, não podemos ceder à pressão. Temos que ter sucesso e sobreviver. Eu me identifiquei muito com esse valor da marca.

Qual seu modelo favorito?

O TAG Heuer Aquaracer Lady. Eu já tenho usado para surfar. Além de lindo, ele resiste até 300 metros de profundidade, é muito funcional para o meu esporte. 

(Divulgação/Divulgação)

Quais campeonatos você considera fundamentais para seu crescimento profissional?

Eu me mudei para o Havaí para surfar quando tinha apenas 17 anos. Desde então, eu dedico meu tempo ao esporte. Aos 20 anos, eu me tornei surfista profissional. Ganhei cinco vezes o Prêmio Mundial de Ondas Grandes. Isso foi essencial para o meu reconhecimento e para as oportunidades da minha carreira. 

Você é dona de uma personalidade forte, sabe o que quer. De onde vem essa força?

Meus pais sempre me motivaram. E sempre foram grande fonte de inspiração para a minha força.

Como foi voltar à Nazaré, em Portugal, depois daquele acidente em 2013 em que você quase perdeu a vida surfando uma onda gigante?

Eu amo Nazaré. Quando cheguei lá e vi aquela onda, eu sabia que era o meu próximo desafio. Todos os anos quero ir para lá. É claro que voltar após o acidente foi um desafio mental, mas eu sabia que tinha que superar meus medos, porque desistir de surfar não era uma opção.

O que curte fazer nas horas livres?

Eu adoro assistir filmes bons. É o meu hobby. Meu preferido é Lion e a série Taboo. Também gosto de música, de ouvir hip-hop e blues.  

Veja também

Algum medo?

Eu tenho medo de altura, o que acho bem irônico.

O que falta realizar?

Eu sonho em pegar uma onda em Nazaré que seja publicada como a maior onda já surfada por uma mulher no mundo. Até então tem apenas um recorde masculino. E seria ótimo que houvesse um recorde feminino também.

O que mais gosta em você?

Minha persistência.

Curte moda? Como define seu estilo?

Eu amo moda. Meu estilo é casual e urbano.

Você é bastante desejada pelos homens. Acredita que essa atração seja proveniente de quais qualidade?

Acho que ser segura e ter uma paixão na vida é o que torna as pessoas mais atraentes.