Pano pra macho

Cachecol não é coisa de mulher. Veja como esse acessório pode levantar seu visual

pano pra macho

Você pode dar vários tipos de nó no seu cachecol. Selecionamos os mais cool. Todos são moleza de fazer – é só olhar nas ilustrações ao lado e copiar. Não tem erro. Você pode usar o acessório sobre camisas, camisetas, suéteres e/ou com jaquetas de couro, blazer e até terno. Os truques para combinar estampas e cores estão na próxima página. Leia e reinvente seu estilo.

Nó parisiense
Moderno e sofisticado, é escolha costumeira de David Beckham, modelo, empresário e ex-jogador da seleção inglesa de futebol. Assimetria é a chave desse estilo.

Duas voltas
Por dar duas voltas em torno do seu pescoço, é perfeito para os dias mais frios. Aquece melhor. Tanto é que Gianluigi Buffon, goleiro da seleção italiana de futebol, vive em campo com este nó.

Uma volta
É mais simples, arrojado e informal. Use com comiseta de manga comprida e tricô básico, como o ator britânico Orlando Boom, destaque em filmes como Piratas do Caribe e O Senhor dos Anéis.

Chicote clássico
Também fica ótimo com terno. É legal deixar as pontas para dentro do casaco. O ator americano Ashton Kutcher, estrela da série Two And a Half Man (canal pago Warner), curte este estilo.

O curinga
O cachecol escuro pode deixar qualquer visual muito mais sofisticado.

O destaque
Xadrez ou outro estampado forte fica melhor no look monocromático.

A exceção
A pashmina, tipo de cachecol maior e mais volumoso, não fica legal com um nó. O ideal é dar várias voltas no pescoço.

O erro (não cometa)
Evite pôr o acessório listrado com uma camisa listrada. É exagero.

GARANTA VIDA LONGA
Após usar seu cachecol de lã, seda ou cashmere, tome estes cuidados simples e estique a duração da peça

– Não ponha lã, seda ou cashmere diretamente na máquina de lavar.“Antes, coloque-os em pequenos sacos de tecido”, aconselha Rejane Nascimento, gerente de treinamento da rede de lavanderias 5 à Sec, em São Paulo. Se não quiser comprá-los, utilize os sacos de TNT que vêm em sapatos novos – feche com um nó.
– Prefira lavar os cachecóis separadamente das outras peças. “E selecione, em sua máquina, um programa de lavagem específico para tecidos delicados”, indica Maria Luzanira Gomes dos Santos, técnica em limpeza de roupas da 5 à Sec, em São Paulo.
– Na hora de escolher o sabão, prefira os líquidos e neutros. Assim, não danifica as fibras do tecido. Pelo mesmo motivo, não ponha logo no sol para secar. “Primeiro, mantenha as peças na sombra até sair o excesso de umidade. Só então deixe pegar um pouco de sol”, explica Rejane.
– Ao guardar, evite os sacos plásticos. Utilize os de TNT. Eles permitem que as peças respirem melhor e, por isso, afastam mofo. “Dobre ou enrole o cachecol limpo antes de colocá-lo no saco”, diz Rejane. “E ponha a peça para tomar ar fora do armário ao menos uma vez por mês.”