Letícia Lima: nossa capa de fevereiro e o #tbt da semana

Ela esteve pela primeira vez na VIP quando começou a chamar atenção do público fazendo comédia no YouTube

O coletivo ANÕES EM CHAMAS foi, de certa forma, o embrião do Porta dos Fundos. O canal de humor no YouTube (criado em 2009 e ainda no ar) tinha as esquetes e a turma que faria sucesso ainda maior no Porta – Fábio Porchat, Gregorio Duvivier, o diretor e roteirista Ian SBF… e Letícia Lima, responsável por um dos hits dos Anões: Amanda, a garota que não percebe que é uma Amélia maltratada pelo namorado machista e aceita tudo. O primeiro vídeo da personagem foi ao ar em março de 2010 e, em três meses, alcançou a marca de 500 mil visualizações (hoje tem 1,3 milhão). Com a repercussão, Letícia posou para a VIP e uma das fotos foi escolhida para a abertura da seção Preliminares – antecessora da atual seção Conexões – da VIP de julho de 2010. Sobre Amanda, a atriz explicou naquela edição: “É uma crítica a este mundo machista. Muita mulher se submete a isso e eu puxei para o lado cômico”. Quase sete anos depois, Letícia chega à capa da nossa revista.

Comentários

Não é mais possível comentar nessa página.

  1. Geroldo Zanon

    Ela é muito mais bonita do que a DILMA

    Curtir

  2. Eu só queria duas horas, pelado com ela Papai Noel… Como é gostosa!

    Curtir