Acabe com a barriga de cerveja em 2 meses

Fique de olho nas dicas para diminuir - e até eliminar - a famosa “pochete”

Nós sabemos que é difícil ficar longe da cerveja. Segundo o Sindicato Nacional da Indústria de Cerveja, homens com até 35 anos consomem 35% da produção nacional, aproximadamente 10 bilhões de litros anuais. Ou seja, esse drama não é exclusivamente seu. O problema é que apenas um copo de cerveja tem cerca de 150 calorias e uma única rodada de “happy hour” com os amigos representa a ingestão de um grande número de calorias a mais.

Em outras palavras: a barriga de cerveja, uma hora ou outra, vai aparecer. “Muitos homens se sentem incomodados com a gordura localizada na região da barriga, mas não sabem o que fazer para minimizar o problema”, comenta a atleta Cris Senna, criadora do Desafio VIP 60,  método de queima de gordura corporal.

Então, para minimizar esse grande dilema masculino, pedimos para Cris Senna listar algumas dicas que vão te ajudar nessa tarefa. A má notícia: você vai precisar se mexer.

(Homer Simpson/Reprodução)

Tire o traseiro do sofá

O primeiro passo para quem quer emagrecer – ou eliminar gordura localizada, como no caso da “barriga de cerveja” – é introduzir atividades físicas no dia a dia, e começar a manter uma rotina mais saudável.

“Ninguém emagrece ou ‘elimina’ a barriga de cerveja deitado no sofá de casa, é preciso mexer o corpo e deixar de ser sedentário. Para os que já praticam atividades físicas, e ainda assim não conseguem resultado, é indicado intensificar a frequência ou a duração dos treinos. Por exemplo, passar a treinar 4 vezes por semana em vez de 3”, ensina a atleta.

Além disso, segundo a especialista, é preciso escolher bem o tipo de atividade que se irá praticar, dando preferência às que queimam mais gordura e aceleram o metabolismo.

Aposte nos treinos de alta intensidade

As atividades físicas mais indicadas para quem está acima do peso, ou quer eliminar a gordura localizada, são as aeróbicas de alta intensidade, dentro do chamado método HIIT (treino intervalado de alta intensidade). “Algumas atividades proporcionam maior gasto calórico, levando à queima acelerada de gordura, inclusive a abdominal. O método Desafio VIP 60, por exemplo, combina os exercícios de alta intensidade com movimentos de artes marciais, o que, além de queimar mais calorias, deixa a prática menos tediosa.

Na “happy hour”, fuja dos petiscos calóricos

Segundo pesquisas, os homens também tendem a consumir mais comidas calóricas do que as mulheres – aqueles petiscos ricos em carboidratos e gorduras que são degustados entre uma “cervejinha” e outra com os amigos – como salame, provolone, batata frita, entre outros. “Esse comportamento, se repetido toda semana, pode ser um dos maiores causadores do aumento da circunferência abdominal masculina. Por isso, a melhor alternativa é maneirar na hora de pedir a porção. Não é necessário abandonar totalmente a ‘happy hour’, mas buscar, por exemplo, evitar as frituras e comer petiscos mais saudáveis, como iscas de filé de frango grelhado ou de filé mignon acebolado”, exemplifica Cris.

(Homer Simpson/Reprodução)

Tenha paciência

Conseguir resultados rápidos é fundamental para manter o pique de quem pratica exercícios.  No entanto, tanto o emagrecimento quanto a perda de medidas e de gordura – embora seguindo alguns métodos sejam mais eficazes e acelerados – são processos graduais. “Ninguém ‘ganha’  a barriga de cerveja de um dia para o outro, e cada organismo funciona de uma forma, por isso não adianta criar expectativas fora da realidade”.

(Homer Simpson/Reprodução)

Lembre-se que sua saúde também está em jogo

Há grande chance de o homem se tornar “barrigudo” com o tempo. A protuberância abdominal, no entanto, não é apenas uma questão estética. Uma comparação feita pela Mayo Clinic (EUA) mostrou que homens com circunferência de 110 cm ou mais apresentaram 52% mais mortalidade do que os que estão abaixo dos 90 cm. O índice de relação cintura-quadril (RCQ) aponta maior risco de doenças cardiovasculares. “Sendo assim, evitar o consumo de alimentos e bebidas pouco saudáveis e de alto teor calórico e praticar exercícios regularmente, para manter o equilíbrio das calorias ingeridas, é a melhor saída para resolver essa equação, e conquistar mais longevidade e qualidade de vida”, diz a atleta.

Newsletter Conteúdo exclusivo para você
E-mail inválido warning
doneCadastro realizado com sucesso!