Gozadas

O grande Waltinho

Um casal passa a lua de mel em uma linda cidade. Numa casa de  espetáculos pornôs veem o letreiro: “Hoje, o fabuloso Waltinho!” Entram e o show começa com Waltinho, 54 anos, numa cama na qual transa com três mulheres e depois repete. As três, exaustas, deixam o palco. Sob o rufar de tambores, uma mesinha com três nozes é colocada no palco. Waltinho quebra as três nozes com o pênis, com pancadas precisas.

O público vai à loucura. Passados 25 anos, para recordar os velhos tempos, o casal decide comemorar as bodas de prata na mesma cidade. Passeiam pelos mesmos lugares e, diante da mesma casa, veem, surpresos, o cartaz: “Hoje, o fabuloso Waltinho!” Entram, e no palco lá está ele, o Waltinho, agora com 79 anos, cabelos brancos, transando com três mulheres e exibindo o mesmo pique de antes. Quando os tambores começam a rufar, é colocada no centro do palco a mesma mesinha, desta vez com três cocos, e ele os quebra usando o pênis, com a mesma precisão. Boquiaberto, o casal vai ao camarim para cumprimentar pessoalmente o fabuloso Waltinho. Lá pelas tantas na conversa, o marido pergunta o motivo da mudança das nozes para os cocos. Meio sem graça, ele responde: – A velhice é uma merda! A vista está fraca, não consigo mais enxergar as nozes.
José Hunald de Andrade (via e-mail)

Carro aquático

A mulher liga toda esbaforida para o marido no escritório:
– Querido, o carro não quer pegar… está com água no carburador.
– Você já chamou um mecânico?
– Não!
– Então como é que sabe que o problema é com o carburador?
– Palpite!
– Tá bom, eu vou até aí…onde está o carro?
– Dentro da piscina!
Luiz Gustavo (via e-mail)

Coração no joelho

Tia Amparo era uma mulher de 83 anos que estava particularmente afetada pela morte recente do seu marido.Ela decidiu se suicidar e se juntar a ele no além. Pensando que o melhor para ela seria acabar rápido com o assunto, foi buscar a velha pistola do exército que pertencera ao seu marido e tomou a decisão de disparar um tiro no coração. Temendo errar o tiro e se tornar um vegetal e um fardo para os seus familiares, telefonou para o médico da família e lhe perguntou onde ficava exatamente o seu coração. O médico respondeu:

– Dona Amparo, que pergunta… O seu coração está exatamente debaixo do seu seio esquerdo. E foi assim que tia Amparo destroçou o joelho!

Renato L. (via e-mail)


Não tão bom companheiro

O cidadão levanta de madrugada para urinar, olha para o pênis e diz:

– Tá vendo, seu desgraçado? Quando você precisa, eu levanto!

Jairo Lima (via e-mail)


O pé e o pinto

O pé vira-se pro pinto e fala:

– Você é que leva a vida…fica aí na boa, se encostando nas mulheres… enquanto eu fico aqui, dentro deste sapato apertado, fedendo, cheio de frieiras…

– Ah, vá! — responde o pinto. — Você está mal informado mesmo. Pois saiba que o meu dono me pega, me soca num monte de buraco escuro, daí parece que se arrepende e fica me tirando e pondo, tirando e pondo. E vai assim um tempão, no meio de uma gritaria infernal, até que eu fico tonto, vomito e desmaio!

Rodrigo Sérgio (via e-mail)

Funcionário novo

O gerente chama o novo funcionário da área de produção, um gigante de 1,90 m de altura e 130 kg:

– Qual é o seu nome?

– Eduardo.

– Olhe, eu não sei em qual espelunca você trabalhou antes, mas aqui nós não chamamos as pessoas pelo seu primeiro nome. Isso é muito familiar e pode levar à perda de autoridade. Eu só chamo meus funcionários pelo sobrenome: Ribeiro, Matos, Souza… Então saiba que eu sou seu gerente e quero que me chame de senhor Mendonça. Bem, agora vou repetir a pergunta:qual é o seu nome?

– Meu nome é Eduardo Paixão.

– Tá certo, Eduardo. Pode ir agora.

Cadu Corsi (Varginha, MG)

Carro errado

O cara chega com sua amante ao motel e lá encontra o carro do seu sogro estacionado. Então ele resolve fazer uma sacanagem com o velho: rouba o som do carro e faz alguns riscos na lataria.No dia seguinte, vai visitar o sogro, que está puto da vida.

– O que foi, meu sogro? Aconteceu alguma coisa? Por que está tão bravo?

O sogro responde:

– Como não ficar bravo, se emprestei meu carro para a descuidada da sua mulher ir à igreja e lhe roubaram o rádio e ainda riscaram a lataria!

Humberto Beltran (via e-mail)

Exigente

O marido decide mudar de atitude. Chega em casa todo machão e ordena:

– Eu quero que você prepare uma refeição dos deuses para o jantar e, quando eu terminar, espero uma sobremesa divina. Depois, você vai me trazer um uísque e preparar um banho, porque eu preciso relaxar. E tem mais: quando eu terminar o banho, adivinha quem vai me vestir e me pentear?

– O homem da funerária – repondeu placidamente a esposa.

Marcelo (via e-mail)

CONTE A SUA

Se você conhece uma piada boa, mande para leitorvip@abril.com.br

Matéria publicada na Revista VIP de maio de 2012.