Um papo com Kezia Noble, a rainha britânica (do sexo)

Dando conselhos sobre como seduzir uma mulher e como se dar bem na cama, a inglesa Kezia Noble ganhou fama – e grana

 

(reprodução/Divulgação)

Ela afirma que pode ajudar qualquer cara a aumentar suas chances de sucesso na conquista de uma mulher – e no desafio de levá-la para a cama. Para isso, cobra até £ 4 mil (quase R$ 15 400) de cada interessado em uma semana de aulas de técnicas de sedução. Já ajudou até agora, segundo suas contas, 18 mil homens.

Numa rápida matemática, é fácil deduzir que ter se tornado a nova “guru do sexo” fez da belíssima Kezia Noble uma milionária. “Recebo constantemente e-mails, telefonemas e até cartões de alunos expressando gratidão”, conta.

Kezia, hoje com 31 anos, decidiu ensinar aos homens como conquistar mulheres ao notar que eles estavam perdidinhos. “Sin­­­­to que os caras estão mais confusos do que nunca. Tudo antes era muito mais simples. Os papeis masculinos eram mais claros: eles eram machos alfa, os heróis clássicos, os homens de sucesso”, teoriza.

“Agora a mídia convencionou que o ho­­­­­­­­­­mem ideal é mais sensível, feminino e até autodepreciativo. Essas mensagens con­­­­­­traditórias, combinadas com o fato de que mulheres sentem que têm mais op­­­­ções, deixam os homens atônitos. En­­­sino a eles as habilidades da sedução e as técnicas do jogo para serem aplicadas de acordo com a personalidade deles.”

A morena acredita que o chamado “da­­­­­­­ting coach” – ou coach de sedução – é tão importante quanto um professor de inglês é para uma pessoa interessada em aprender o idioma. “Os rapazes po­­­­­dem trabalhar comigo ou com meu se­­­­­leto grupo de experts, que têm o ‘selo de aprovação Kezia Noble’ em nossos bootcamps [como são chamados os treinamentos] internacionais. Também ofere­­­­­­­ço o Curso Máster de 7 Dias. E, claro, sem­­­­­pre há a opção de escolher um de meus vários produtos, como DVDs ou e-books.”

Ela conta que espera vir ao Brasil em 2014. “Os brasileiros são alto- astral e orgulhosos de sua cultura e de seus corpos”, diz a expert, que topou dividir um pouco de seu conhecimento conosco. Confira.

 

NA CONQUISTA

Sobre sua linha de sedução
“Acredito em métodos fortes. Muitas outras coaches mulheres de sedução estão preocupadas com uma abordagem simpática e boazinha e, como resultado, esse approach suave falha ao não dar aos homens a percepção real da mente feminina e o feedback que eles precisam para evoluir. Às vezes, é necessário ser cruel para ser gentil. Bonzinho demais cansa.”

Maior problema dos caras
“Eles ficam ansiosos antes da abordagem, não sabem direito o que conversar e também não sabem criar a correta escalação sexual [termo usado para designar o processo até a cama] sem parecerem assustadores ou desesperados. Quando uma mulher mostra interesse, o cara geralmente quer le­­­­­vá-la logo para a cama, o que acaba provocando um ‘esforço exagerado’. No polo oposto dessa situação, os ho­­­­­mens costumam sofrer de nervosis­­­­­­mo pré-encontro e falham na hora de criar a quantidade certa de química sexual, o que acaba os colocando na ‘zona de amizade’. Tudo é questão de encontrar o equilíbrio.”

Como deixar o nervosismo de lado
“A melhor coisa a fazer quando um su­­­­­­­­­­­­jeito vê uma mulher pela qual se sente atraído é pensar que, embora ela seja bonita, é mais importante ela preencher certos requisitos. Eles têm que perceber quais traços de ca­­­­­­­ráter querem que a ‘mulher ideal’ te­­­­­­nha e, as­­­­­­­sim que tiverem certeza desses traços, vão notar que a abordagem é apenas uma forma de dar à garota uma chance de provar que ela tem uma personalidade que combina com a apa­­­­­­rência. Outro jeito de se acalmar é encontrar rapidamente duas coisas sobre aquela menina que poderiam ser melhores. Pode ser a maquiagem, as roupas, o cabelo ou a linguagem corporal. Com isso, o cara percebe que ela pode ser gostosa, mas que tem fa­­­­­­­lhas, como qual­­­quer outra pessoa.”

Técnicas para diferentes países
“Na Europa, as mulheres são mais re­­­­­­­servadas e menos simpáticas, então fazer a abordagem é mais difícil. No entanto, quando a interação está estabelecida, o flerte e o ato de chegar junto são mais fáceis. Nos Estados Uni­­­­­dos, as garotas tendem a ser mais abertas, mas isso pode dar uma falsa sensação de segurança, então eu foco mais em técnicas de flerte. Já o brasileiro enfrenta muita competição. Ele ten­­­­­­­­de a ser mais bonito que os caras de outros países, todo mundo é alto- astral. Causar impacto entre pessoas que naturalmente já causam impacto pode ser um desafio. As habilidades de conversa seria algo em que eu focaria mais, porque eles já têm ótimas habilidades não verbais.”

Dicas gerais para atrair mais mulheres

➜ “Saiba transitar com suavidade do momento em que se apresenta para a garota até estabelecer uma con­­­­­versa de verdade. Os rapazes po­­­­­dem ficar sem ter o que dizer muito rapidamente, e não importa quanto sua abordagem foi bacana se você não pu­­­­­­­­der usar as respostas que ela dá como gancho para outros assuntos.

➜ Confiança é 80% não verbal. Por isso, foque em sua linguagem corporal: a forma como você fica em pé parado, como segura sua bebida, co­­­­­­­mo anda e até como se senta. Você tem que transmitir a mensagem que é seguro, forte e está no controle.

➜ Seja sempre objetivo. Os caras cos­­­­tumam ser muito complacentes e contentar-se em ter uma conversa ‘bacana’ com a garota. O papo tem que sempre levar a alguma coisa, se­­­­­­­não você vai ficar emperrado na temida ‘zona da amizade’ e pode ser muito difícil sair dela depois.”

VIP-346-CM-RAINHA-DO-SEXO-02

 

NA CAMA

Aumente suas chances de levá-la para lá

➜ “Em vez de sugerir logo de cara que ela vá para sua casa, leve-a para um lugar com o qual você tenha familiaridade, como um bar relaxante. Isso vai ajudar no processo de transição.

➜ Sempre transmita a mensagem de que você tem confiança sexual e que sabe exatamente o que quer na cama. Você pode passar essa mensagem mesmo que seja introvertido, apenas dizendo de uma maneira confiante o que gostaria de vê-la vestindo ou fa­­­­­­­zendo uma referência a algo que o ex­­­­­cita sem necessariamente falar so­­­­bre o assunto – uma rápida e atrevida observação dará conta do recado.

➜ Se as coisas estiverem ficando quentes entre vocês e ela tiver uma re­­­­­­­pentina mudança de plano de úl­­­­­tima hora (o que acontece muito), sai­­­­­ba que isso ocorre porque ela quer vol­­­­­tar a ter algum controle sobre a situação. Não fique mal-humorado nem aja como aquele menino que deixou o sorvete cair. Também nunca tente usar a lógica da persuasão. Simplesmente acenda a luz, coloque suas roupas de volta, ligue a TV e a trate como uma amiga. Ela ficará muito sur­­­­­presa com sua reação e com o fato de você, que parecia tão excitado, agora a tratar assim. Chamo essa técnica de ‘congelamento’ e é muito po­­­­­­tente. A chance de ela querer voltar a ser desejada é grande.”

VIP-346-CM-RAINHA-DO-SEXO-03No que prestar atenção
“Você tem que demonstrar que está no comando. Isso não quer dizer que deve agir como o macho dominante na cama, mas ela tem que sentir que pode confiar em você. E só demonstrando confiança e certeza de seus gestos e seus desejos que ela vai sentir isso. Outra coisa que costuma deixar os homens preocupados é em querer durar mais na transa. A verdade é que a primeira vez pode ser rápida e apaixonada. O segundo round inevitavelmente vai demorar mais.”

Maiores erros cometidos
“Ficar perguntando se ela está gostando do que você faz é broxante. Vo­­­­­­cê vai parecer necessitado. Perce­­­­­­­­ba se ela gosta prestando atenção às res­­­­­postas físicas e estando mais em sintonia com o corpo dela do que pe­­­­­­dindo feedback. Pedir desculpas du­­­­­­­­rante a transa também é horrível. Se algo não funcionar, apenas mude de posição ou dê risada. A experiência sexual é uma via de mão dupla e, se você ficar o tempo todo fazendo ab­­­­­solutamente de tudo só para ela, a mulher pode se sentir pressionada e acabar nem tendo prazer.” /

 

O CORPO FALA (E, ÀS VEZES, FALA MAL)

Dicas para uma boa linguagem corporal

1. “Sempre entre em um lugar como se você fosse o dono dele. Isso não significa que é para você entrar como se fosse algum rock star ególatra, mas sim que deve demonstrar que está confortável em qualquer ambiente, como se fosse proprietário do club ou do bar.

2. Quando se aproximar de uma garota, evite segurar seu drinque perto de seu peito. Isso cria uma barreira desnecessária entre vocês e transmite nervosismo.

3. Alterne estar dentro e fora do alcance de visão dela. Em vez de ficar o tempo todo por perto, saia de lá e dê a ela algum espaço de vez em quando. Isso é chamado ‘puxe-empurre’ e ajuda a garota a apreciar o momento em que você se aproxima.”

Como dar uma boa primeira impressão

“Sua linguagem corporal, suas roupas e expressões faciais, a energia que você emana e uma tática de aproximação (que chamamos ‘linha de abertura’) podem causar uma primeira impressão positiva. Em outras palavras, contar apenas com uma boa linha de abertura, estar somente com um terno caro ou simplesmente confiar na linguagem corporal e não ter nada mais para dizer ou complementar não provoca o mesmo tipo de impacto comparado com tudo isso junto.”