A geração 7 do Corvette

A denominação Sting Ray inaugurou a segunda geração de Corvettes em 1963 – a primeira a ter versão cupê após dez anos de conversíveis. Imediatamente virou so­­­­­­­nho de consumo jovem. Sting Ray (e, a partir de 1969, Stingray) foi sinônimo de Corvette até a aposentadoria dessa nomenclatura em 1976.Ao retornar com o nome Stingray para iniciar o sétimo ciclo (ou C7) do Corvette, a Chevrolet busca citar a magia daqueles anos clássicos, mas sem apelar para a moda retrô. O design é moderno, o chassi trocou o aço usado até a geração C6 pelo alumínio hidroformado (mais firme e mais leve) e o motor é o mais potente de todos os Corvettes desde 1953. O preço básico é US$ 52 mil (cerca de R$ 121 mil) nos Estados Unidos.