Marca suíça cria “carro-bolha” elétrico de 14 mil dólares

Baseado nos modelos Isetta da BMW, lançados entre as década de 1950 e 1960, o novo carrinho pretende solucionar problemas de mobilidade e poluição urbana

Microlino

 (Cool Material/Reprodução)

O problema de mobilidade das grandes cidades do mundo está sempre em debate.

Ruas mais largas, rodízios mais severos e o uso cultural de bicicletas são só algumas das soluções usadas para que a população não sofra com tanto tráfego e emissão de gases.

Em sintonia a essa necessidade, a Microlino, marca suíça famosa pelos patinetes e bikes, resolveu resgatar um modelo antigo e aliar a ideia à tecnologia atual.

Microlino

 (Cool Material/Reprodução)

Baseado nos modelos de microcarros Isetta, lançados pela BMW no pós-Segunda Guerra, a empresa de Zurique recriou os “carros-bolha”.

Totalmente elétrico, o carro “em miniatura” tem entrada frontal, lugares para duas pessoas e compartimentos compactos.

Microlino

 (Cool Material/Reprodução)

Apesar do tamanho, o veículo pode chegar a 90 quilômetros por hora e tem um autonomia de até 215 quilômetros com uma única carga.

E o melhor: pode ser carregado diretamente na tomada.

Wim Ouboter, criador da marca, é um dos responsáveis por difundir tecnologias de transporte nas últimas décadas, e olhou atentamente à questão urbana.

microlino

 (Cool Material/Reprodução)

Assim, resolveu investir em seu novo modelo.

Para ter um Microlino, é preciso reservar um modelo.

O valor atual é de U$ 14 mil (cerca de R$ 53 mil) e a produção começa ainda em 2018.

Microlino

Newsletter Conteúdo exclusivo para você