Por que você precisa se livrar do peso da paudurecência

A excessiva preocupação com a ereção eterna é um fardo que pode atrapalhar a relação, inclusive na sua satisfação sexual

 

Pau Gif

 (MelMagazine/Pinterest/Reprodução)

Se eu fosse escolher uma coisa para mudar no comportamento sexual da maioria dos homens, certamente seria a excessiva preocupação com a ereção.

Esse peso que colocam em você, da paudurescência eterna, é um fardo do qual precisa se livrar.

Especialmente porque, em nome dela, você acaba comprometendo a relação, sendo sexualmente muito menos satisfatório do que poderia ser sem essa noia.

Preocupado com a ereção, colocando-a como centro de sua performance, você fica ansioso e provavelmente pula preliminares (que nem deveriam ser chamadas assim, de tão essenciais).

Naquela de “se eu ficar muito tempo fazendo sexo oral nela, será que vou manter a ereção?”, você dedica pouca atenção às carícias e ao sexo oral, vai logo para a penetração e possivelmente vai deixar uma mulher menos satisfeita do que ela poderia ficar.

O pênis não é o centro da relação. Sabia que mais de 80% das mulheres não gozam só com a penetração, mas apenas com estímulo direto no clitóris?

Pense nisso na próxima vez em que você estiver passando rapidinho pelas preliminares com medo de brochar.

Quando as pessoas me perguntam sobre sexo tântrico, explico que, entre outras várias coisas, consiste em estender o período entre a excitação e o orgasmo.

Daí que vem a delícia das horas de sexo, porque a gente estende as melhores etapas da relação.

Outra coisa que atrapalha é a ansiedade pelo orgasmo, como se fosse uma energia da qual você precisa se livrar. Geralmente, junto com isso, vem a penetração “britadeira”.

Claro que em algum momento mais empolgado ela é bem-vinda, mas, o tempo todo, não é nada prazerosa (acredite).

Um sexo todo nesse ritmo, além de acabar rápido (porque você vai gozar rápido), vai gerar na mulher aquela vontade de repassar mentalmente a lista do supermercado. Quanto mais você protela o orgasmo, melhor ele vai ser.

Se você ouvisse um papo só de mulheres em algum bar da cidade, é bem provável que escutasse essas reclamações.

Mas, como estou aqui para contar isso, aproveite as dicas e, na próxima vez, vá para a cama sem essas paranoias e ânsias. Depois pode escrever me agradecendo