Veja como funciona o “clube” para verdadeiros amantes do churrasco

Encontro Confraria Los Pibes oferece experiência para compartilhar técnicas, histórias de vida e de empreendedorismo em torno da brasa

Confraria Churrasco

 (Nico Diaz Tillard/Divulgação)

Um clube para os verdadeiros amantes do churrasco. Foi com essa intenção que o Rincon Escondido, na Vila Madalena, em São Paulo, criou a Confraria Los Pibes.

Toda primeira quinta-feira de cada mês, no quintal dos fundos de um imóvel charmoso que parece mais uma pracinha, especialistas em churrasco e gastronomia transmitem técnicas, histórias de vida e empreendedorismo para cerca de 50 participantes.

Confraria Churrasco

 (Nico Diaz Tillard/Divulgação)

“Não somos um restaurante porque abrimos apenas em dias específicos, seguindo o calendário de diversas experiências, como cursos e jantares. Com o tempo, os participantes foram pedindo uma data para uma espécie de confraternização. Então, criamos a confraria, que acontece apenas uma vez por mês, de forma leve e descontraída, sem pressão para ser algo com maior frequência. Assim, garantimos que cada encontro seja especial”, explica Alan Edelstein, filho de uruguaios e um dos fundadores do espaço, ao lado do autêntico argentino Francisco Mancuso.

Confraria Churrasco

 (Nico Diaz Tillard/Divulgação)

Os churrasqueiros convidados, além de prepararem o jantar, também comandam uma roda de conversa em torno de cada especialidade. Assim, a experiência torna-se mais completa do que simplesmente sair para um happy hour com os amigos.

Confraria Churrasco

 (Nico Diaz Tillard/Divulgação)

Anderson Amar, mestre churrasqueiro, e Bruno Alves, especialista em charcutaria, aprovaram a experiência.

“É muito bom poder contar nossa história, de como viemos parar no meio do churrasco e como é o nosso trabalho. Mas, além disso, o participante sai daqui sabendo o que está comendo e valorizando o profissional que preparou”, diz Anderson.

Confraria Churrasco

 (Nico Diaz Tillard/Divulgação)

Como o esquema de confraria é uma espécie de clubinho particular, os participantes dividem muito mais do que as dúvidas em relação ao ponto da carne e os melhores acompanhamentos para um churrasco.

Confraria Churrasco

 (Nico Diaz Tillard/Divulgação)

Desconhecidos tornam-se amigos e temas como relacionamentos amorosos, as venturas e desventuras da paternidade, a crise econômica e a última viagem de férias são alguns dos assuntos que rolam soltos nesses encontros, harmonizados com vinho e cervejas artesanais.

Confraria Churrasco

 (Nico Diaz Tillard/Divulgação)

Apesar de não ser uma exigência da casa, o público é majoritariamente masculino, formado por grupos de amigos, colegas de trabalho e entusiastas do universo da carne.

Confraria Churrasco

 (Nico Diaz Tillard/)

Seja para aprender a cozinhar, comer ou simplesmente colocar o papo em dia, o projeto segue a tendência de reunir amigos em torno de uma experiência completa: confrarias de churrasco estão em alta!

Newsletter Conteúdo exclusivo para você