19 alimentos camaradas

Eles ajudam a perder peso, enquanto você come legal - emagrecer é mais comprometimento que trabalho árduo. Ponha estas comidas no menu

comida

Nas grandes refeições

Alho

Tempere sempre com ele. Alho inibe a produção de colesterol ruim (LDL), um tipo de gordura, no fígado, além de ser diurético e anti-inflamatório.

Feijão

Tem uma glicoproteína que diminui a absorção de carboidratos no seu organismo. “É a faseolamina. Ela sequestra cerca de 15% do carboidrato que você consome. Com isso, incentiva seu corpo a buscar energia nos estoques de gordura – em geral instalados na cintura”, diz Andrezza Botelho, nutricionista de São Paulo especializada em transtornos alimentares pela Universidade Federal de São Paulo (Unifesp) e membro do Centro Brasileiro de Nutrição Clínica Funcional. “Duas colheres (sopa) de feijão-carioca – cada uma com cerca de 26 kcal: é a quantidade ideal para você consumir todo dia”, indica Thábata Martins, nutricionista do Zahra SPA & Estética, em São Paulo.

Aveia

Coma no café da manhã, de uma a duas colheres (sopa). “Ela tem betaglucano, que envolve a gordura como uma capa, dificultando a absorção no organismo”, diz Andrezza. “Aveia também deixa você saciado por mais tempo e ajuda a baixar o nível de colesterol ruim (LDL) no sangue”, afirma Thábata.

Morango, limão, carambola e toranja

“São alimentos de baixo índice glicêmico, o que inibe a presença de açúcar no sangue e combate o acúmulo de gordura no corpo”, diz Liliane Oppermann, nutróloga de São Paulo especializada pela Associação Brasileira de Nutrologia (Abran). “Coma uma toranja no almoço e outra no jantar.” Ao procurar essa fruta – filha do cruzamento de laranja com pomelo – no supermercado, lembre que ela também é chamada de jamboa, grapefruit, laranja-melancia, laranja vermelha, laranja-romã.

Cebolinha

Bote – e à vontade – no feijão, na sopa, na carne, no temaki. “Rica nas vitaminas C e A, a erva possui função anti-inflamatória e impede a formação de coágulos e de depósitos de gorduras nas paredes das artérias”, afirma Andrezza. Mais: cheia de fibras, a cebolinha empurra frações da gordura que você come direto ao intestino grosso para serem dispensadas.

Brócolis

Com apenas 36 kcal em cada 100 g do vegetal cru, ele é rico em cálcio e em vitamina C, que potencializa sua absorção do mineral. A vantagem para o emagrecimento? “Muitos estudos afirmam que o cálcio potencializa a perda de peso”, diz Thábata. Os brócolis também são fonte de vitamina A, fibras e ácido fólico: “Reforçam o sistema imunológico do corpo.” Vão bem para incrementar a salada ou acompanhar aquele grelhado suculento.

Mostarda

Pesquisadores britânicos puseram meia colher (chá) de mostarda nas refeições de um grupo de pessoas e comprovaram que o metabolismo delas acelerou em até 25%, especialmente nas três horas posteriores à ingestão.

Carnes magras

São as que possuem menor teor de gordura entre as fibras. “Inúmeros estudos mostram que a proteína animal de alto valor biológico potencializa o metabolismo e reduz a gordura corporal”, diz Thábata. Em todas as grandes refeições, inclua um filé de carne magra: patinho, músculo, miolo da paleta, peixinho e coxão, frango sem pele, chester, peito de peru ou peixes. Tudo sempre cozido, grelhado, ensopado ou assado – e sem a capa de gordura, ou com o mínimo dela.

Linhaça

Baixa o nível de LDL e de triglicérides – partículas de gordura – , além de ajudá-lo a controlar hormônios. “Coma até duas colheres (sopa) por dia. Mais que isso pode engordar”, diz Thábata. Linhaça é uma boa para turbinar sua vitamina de frutas no café da manhã.

Nos lanches entre refeições

Maçã

É grande fonte de pectina, fibra excelente para prolongar sua sensação de saciedade. Plus: “A fruta reduz seu risco de ter doenças cerebrovasculares e câncer de estômago, pulmão e fígado”, afirma Andrezza. Cientistas do Núcleo de Pesquisa da Pontifícia Universidade Católica do Rio Grande do Sul (PUC-RS) descobriram ainda que quem come ao menos cinco maçãs por semana respira e dorme melhor, além de ter menor chance de desenvolver problemas na garganta. “Comer maçã também previne cáries”, diz Liliane.

Banana

“Repleta de fibras e sais minerais, também é uma boa para driblar aquela fome que bate entre refeições”, afirma Andrezza. Coma uma.

Palmito

A garota vai chegar mais tarde no seu apê para vocês fazerem juntos o jantar, mas você já está faminto? “Palmito é excelente para ser consumido antes das grandes refeições: contém poucas calorias e ameniza o apetite”, diz Andrezza. Coma de duas a três unidades (cada uma tem 23 kcal) no aperitivo.

Damasco

“A fruta seca possui ferro, potássio, betacaroteno, boro e cromo – nutriente que, quando falta no organismo, aumenta sua vontade de consumir doces”, explica Andrezza. Coma três damascos de lanche.

Canela

Auxilia a estabilizar o nível de açúcar no sangue e reduz sua vontade de comer carboidratos e doces. “A especiaria combate o sobrepeso e o acúmulo de gorduras no abdome”, diz Andrezza. Também repleta de polifenois, substâncias de poder antioxidante, canela vai bem no café, na banana e no chocolate quente.

Laticínios magros

Segundo estudo publicado no Obesity Research, periódico britânico, laticínios podem acelerar a perda de peso. Pessoas que incluíram de três a quatro porções deles na dieta perderam significativamente mais peso que quem não fez isso – e os participantes da pesquisa consumiram a mesma quantidade de calorias por dia. O poder de emagrecimento dos laticínios está associado ao alto índice de cálcio e proteínas que contêm. Para acelerar sua perda de peso: “Prefira laticínios magros, como leite desnatado, queijo branco sem sal, iogurte desnatado”, aponta Thábata.Castanha-do-pará

Auxilia seu corpo a não produzir radicais livres, a retardar o envelhecimento das células e a ativar a tireoide – glândula essencial ao metabolismo. “Comer uma castanha-do-pará por dia é suficiente para você ter os benefícios”, indica Liliane.