8 bebidas lançadas em 2018 que você precisa conhecer e experimentar

Bacardi, Negroni, Budweiser, uísques refinados... Tem para todos os gostos e bolsos

collage

 (Montagem/VIP/Reprodução)

O mundos das bebidas gira tão rápido que, a cada semestre, uma coleção de novos rótulos e tipos enfeitam as gôndolas por aí.

Seja por um ingrediente inusitado, por ser um lançamento inédito ou por ser um remake de algum clássico, os novos nomes vão de destilados aos fermentados.

E têm grandes chances de entrar na sua lista de desejos.

Confira os destaques da primeira metade de 2018:

 

1. Heaven’s Door – O uísque de Bob Dylan

uísque bob

 (Montagem/VIP/Reprodução)

Astro da música e dono de um prêmio Nobel de literatura, o músico decidiu levar seu prestígio para um novo ramo: o das bebidas.

Lançada em junho, a marca própria de Dylan foi batizada de“Heaven’s Door” – por conta de um dos maiores hits de sua carreira.

A label terá um Uísque de Centeio, um Bourbon do Tennessee e um Uísque Double Barrel.

Uma garrafa da linha standart custará entre US$ 60 e US$ 80 (R$ 210 e R$ 280).

MDe acordo com dados da Distilled Spirits Council o mercado de uísque artesanal movimentou US$ 3,4 bilhões (algo em torno de R$ 12 bilhões) em 2017 apenas nos EUA.

E já é possível reservar sua garrafa no site oficial Heaven’s Door.

 

2. Novo Jägermeister Manifest

Jagermeister-Manifest

 (Jagermeister/Reprodução)

O famoso “licor do alce”, que encanta com seu sabor único e embalagem inconfundível, está de rótulo e sabores novos.

Nono destilado mais bebido do mundo, o agora novo Jägermeister Manifest é feita à base de 56 de ervas, o  que revoluciona um sabor já muito conhecido pelos amantes da marca alemã.

Envelhecido em barris por por mais de um ano, oferecendo um perfil mais amadeirado e com uma nova profundidade de sabor, o elixir, já saboroso, dá um “passo além”.

Além do conteúdo, as embalagens também ganham nova cara. Maiores, as garrafas recebem um emblema de bronze aplicado à mão.

Classificado como uma espécie de uísque fino, o tradicional colorido esverdeado dos rótulos saiu de cena para dar lugar a uma imagem mais séria.

O preço original da bebida é de U$ 60, cerca de R$ 225. No entanto, as taxas fazem a bebida desembarcar no Brasil por valores a partir de R$ 330.

 

3. Negroni “instantâneo”

 (Pixlr/Reprodução)

Considerado o segundo drinque mais popular do mundo, de acordo com a revista “Drinks International”, que avaliou 100 bares pelo mundo, o tradicional Negroni é um fenômeno.

E agora já vem pronto para beber em uma estilosa garrafinha de 100ml.

Isso porque a distribuidora St. Agrestis, do Brooklyn, Nova Iorque, resolveu valorizar a bebida e levar ao público a iguaria já feita — o tal do “ready to enjoy” — respeitando uma receita tradicional criada em 1919 pelo conde Camilo Negroni e catalogada na “bíblia dos bartenders”, o IBA (International Bartenders Association).

Basta colocar a bebida em um copo baixo com gelo e uma rodela de laranja.

Cada pack com 4 vidros custa U$ 25, pouco menos de R$ 100. Ou seja, em torno de R$ 25 reais por garrafa.

 

4. Uísque de Tabasco da George Dickel

George Dickel Tabasco uísque

 (George Dickel/Divulgação)

A famosa marca de molhos apimentados da McIlhenny Company’s, a TABASCO, juntou forças com a destilaria George Dickel para trazer um uísque inusitado ao mercado.

A união das marcas sulistas resultou no “George Dickel Tabasco Brand Barrel Finish”, um destilado com notas picantes, mas sem perder a essência do drinque.

Mesmo sendo uma novidade, a bebida já conquistou a medalha de ouro no prêmio San Francisco World Spirits Competition, votação internacional que consagra os melhores maltes e destilarias.

O processo para curtir a bebida no saboroso spice sauce é dividido em duas etapas: Primeiro, o líquido da George Dickel passa um mês nos tonéis que foram usados para fazer o molho.

Como os recipientes recebem a bebida ainda “sujos”, os dois sabores se misturam em um blend original.

A segunda parte consiste em destilar a própria pimenta, criando a essência que finaliza o aroma do rótulo — por isso o título de Barrel Finish.

O resultado vai para uma bela garrafa, que une o design do rótulo do molho ao de uma clássica garrafa de uísque americano.

O “Hot Dickel”, como está sendo chamado, está disponível em lojas dos Estados Unidos por US$ 25 (cerca de R$ 88) e ainda não há previsão de importação para o Brasil.

 

5. Cerveja de… frango frito!

Cerveja frango frito

 (Veil Brewing Co./Reprodução)

A ideia inusitada (e que deve ter feito muita gente torcer o nariz) veio da cervejaria Veil Brewing Co. em parceria com Jeppe Jarnit-Bjegsø, dono e fundador do rótulo New York’s Evil Twim.

Com a união entre as duas produtoras, já conhecidas por criar sabores peculiares, surgiu a Fried Fried Chicken Chicken (FFCC), uma IPA feita com lúpulo Simcoe, com notas cítricas e, claro, o ingrediente que consta estampado na lata.

Durante o processamento, cerca de 0,4% do sabor do frango frito é incorporado à mistura, para se unir aos outros componentes e dar um sabor marcante e forte à bebida.

O líquido ganha um aspecto turvo e alaranjado, lembrando bastante aquela casquinha gordurosa e crocante que lambuza os dedos.

Por enquanto, a edição é limitada e a venda é restrita à cidade de Richmond, no estado da Virginia, e um pack com quatro latas custa cerca de US$ 18,50 (cerca de R$ 65).

 

6. Bacardi Gran Reserva

bacardi

 (Uncrate/Reprodução)

O icônico rum branco da Bacardi já conquistou o mundo.

Mesmo assim, a marca de Bermuda inovou e trouxe uma versão envelhecida por 16 anos para criar um sabor incomparável.

O Gran Reserve vem de forma limitada e traz um blend de runs conservados, levando sabor e tradição.

Já visto como o mais refinado e saboroso rótulo da marca, o “clássico-atual” pode ser comprado por U$ 100 a garrafa, cerca de R$ 400.

Para trazê-lo ao Brasil, no entanto, serão necessários cerca de R$ 579, em média, por conta do frete.

 

7. Uísque escocês de 72 anos da Macallan

The-Macallan

 (Macallan/Reprodução)

A destilaria Macallan inovou no mercado de bebidas em 2018.

Após investir mais de US$ 186 milhões em um moderno complexo que produz e engarrafa suas bebidas, a marca escocesa lançou um malte envelhecido há 72 anos.

No valor de US$ 60 mil (cerca de R$ 222 mil), o destilado foi milimetricamente projetada para trazer o ápice do sabor e será lançada em agosto.

A edição é limitada a 600 garrafas e, além de extremamente refinada, tem um visual digno de enfeitar as mais chique das salas de visita.

O “vovô” escocês conta com um sabor extremamente amadeirado, notas de baunilha, gerando uma verdadeira infusão de essências.

A bebida será lançada de forma limitada e deve ter informações de venda a partir de agosto.

 

8. Budweiser com receita centenária

Budweiser Six Pack Freedom Reserve Red Lager

 (Budweiser/Divulgação)

A Budweiser lançou a nova Freedom Reserve, um rótulo de red lager desenvolvido a partir das receitas originais do primeiro presidente dos Estados Unidos.

Lá para as tantas, em 1757, George Washington fez mais que governar uma nação, colocou em alguns escritos um jeito próprio de fazer cerveja.

De acordo com as anotações, o político (e sommelier?) conta que ela deve ser “nebulosa, cítrica e com um visual que lembra um mosaico”.

O presida também defendeu a criatividade em seu manifesto cervejeiro, falando que devemos colocar o que vier à cabeça, sem esquecer baunilha, lactose e misturas à base de fruta.

Se um veterano que estampa as notas de dólar está dizendo, quem somos nós para discordar?

A marca estadunidense já colocou as novas garrafas em circulação por US$ 5 (cerca de R$ 16,50), mas em edição limitada e só em território ianque.

Newsletter Conteúdo exclusivo para você