Anos dourados

Poucos escritores retrata­­­­­ram tão bem o mundo gla­­­­­­­­­­­­­­­­­mouroso das festas e far­­­­­­­ras da alta sociedade americana no começo do século passado co­mo F. Scott Fitzgerald. Tão bom de copo quanto de li­­­­­­teratura, ele reuniu em Pileques (Cia. das Letras, R$ 24,90, 108 págs.), lançado agora no Brasil, aforismos e crônicas sobre o hábito que cultivou durante a vida inteira – e que seus excessos o tornaram proibitivo. A convite da VIP, o barman Derivan de Souza, do bar Número, em São Paulo, recriou cinco drinques clássicos que embalaram os loucos anos 1920, quando grandes Gatsbys desfilavam seu charme em salões dos EUA, sempre acompanhados de um bom drinque e, claro, uma linda mulher