As cidades mais baratas (e caras) para beber cerveja

Pesquisa realizada pela GoEuro avaliou 75 cidades pelo mundo. O Rio de Janeiro ficou na 34ª colocação

Existem momentos da vida que pedem um pouco mais de requinte e sofisticação — em outras palavras, fazer o garçom trazer a cerveja artesanal da moda ou o rótulo importado mais caro da carta. Isso serve para aqueles dias que resultam de uma semana difícil, ou para impressionar alguém. Há outros dias, no entanto, em que a regra é outra — e muito clara: desce a mais barata.

Para ajudar a fechar essa conta, a empresa britânica de turismo GoEuro — especializada em comparar preços entre as cidades — publica nesta semana o Beer Price Index, um ranking de 75 cidades que leva em conta um único aspecto: o preço médio da cerveja.

A lista leva em conta os preços em bares e restaurantes. A única cidade brasileira analisada pela empresa foi o Rio de Janeiro, que ficou na 34ª colocação. Isso quer dizer que, apesar de não ser o lugar mais barato do planeta, ainda é menos caro beber cereja na Cidade Maravilhosa do que Paris, Bruxelas, Barcelona, Miami e Londres — e mais caro do que Madri, Praga, Munique, entre outras. Em média, uma lata de cerveja custa no Brasil £ 0,70 — isso nos mercados.

A cidade mais barata para tomar cerveja é Cracóvia, na Polônia. Lá, gasta-se, em média, £o,40 por lata. Vale lembrar que a qualidade do produto oferecido não foi analisada.

Veja a lista completa:

(Crédito: Divulgação/Go Euro) (Crédito: Divulgação/Go Euro)

(Crédito: Divulgação/Go Euro) (/)