Bife de chorizo, o melhor corte da carne

Corte tipicamente argentino conquista todos os que são fãs de um bom bife

 (Luís Simione/arquivo Abril)

Quem já foi à argentina sabe muito bem que os restaurantes típicos de Buenos Aires são especializados em servir o bife chorizo.

Dependendo do lugar onde se come, a qualidade da carne é tamanha que ficamos com a sensação de que nunca iremos experimentar aquele sabor tão bom, mesmo que o cenário seja até mais belo que a Recoleta, o que é difícil.

Apesar do nome parecido, o bife de chorizo nada tem a ver com o chouriço. Trata-se de um corte tradicional argentino que é retirado do miolo do contrafilé.

Procure sempre comprar carnes marmorizadas: com bom nível de infiltração de gordura na fibra da peça

Procure sempre comprar carnes marmorizadas: com bom nível de infiltração de gordura na fibra da peça (Fernando Moraes/arquivo Abril)

É um bife grosso e suculento para os padrões brasileiros, com mais ou menos 400g e bem macio, mesmo depois de assado ou grelhado. Dependendo de como o corte é feito, o pedaço por vir com muita ou pouca gordura, a gosto do freguês.

Para acompanhar o bife de chorizo, a salada é indispensável. Com tomate e folhas verdes, ela deve ser temperadas com moderação para ser levada à boca junto com a carne sem comprometer o gosto.

Pelo mesmo motivo, é bom evitar deixar o bife passar muito do ponto, preservando sua textura.