Estudo comprova: café demais pode afetar sua inteligência

Pesquisa revela que, quanto maior é a dose diária de café, menor é a média de notas dos participantes

Se você não tem o costume de tomar café, é bom pensar duas vezes. (Créditos: Getty Images)

 (Reprodução/Divulgação)

Depois de ler o título do texto, você provavelmente deve ter tido alguma dessas reações:

  1. “Nossa, não pode ser possível isso”
  2. “Cala a boca” *clicou para ler o texto*
  3. “Cala a boca” *continuou o scroll normalmente*

Se você está nos dois primeiros grupos, vamos explicar : não, o café em excesso não vai deixá-lo como um bárbaro não pensante. Mas ele vai afetar seu raciocínio, sim.

A conclusão foi de um estudo conduzido pela Best Matress Brand, que analisou mais de mil estudantes de faculdades americanas, a fim de estabelecer uma relação entre o consumo de café e a média de notas dos participantes.

Os resultados mostraram que alunos que não bebiam café tinham uma nota média de 3,43 (de um total de 5,0).

Já os que bebiam uma xícara por dia ficaram com uma média de 3,41.

Aqueles que bebiam duas xícaras apresentaram um média de 3,39. Os viciados na bebida (cinco ou mais copos de café ao dia) tiveram a média mais baixa: 3,28.

cafe-pesquisa

 (Best Matress Brand/Reprodução)

A explicação para o fenômeno é simples: qualidade do sono. Ou seja, quem bebe menos café tinha menos dificuldade para dormir bem.

O estudo chegou a outra conclusão quando cruzou as médias de notas e com as horas de sono dos estudantes. E o resultado óbvio foi constatado: quem dorme menos tem notas piores.

 (Best Matress Brand/Reprodução)

Ou seja, o hábito de tomar café para ficar acordado é um crime que não compensa.

Já foi comprovado que quem dorme pouco tem problemas para memórias a longo prazo. Então, por mais que você estude até tarde da noite, sua memória pode falhar na hora H por não estar acostumada a reter grande quantidade de informação.

Na próxima vez que você estiver no sétimo copo de café, no ápice de uma madrugada regada a livros, lembre-se: uma noite de sono pode fazer melhor para você do que tentar estudar a matéria de um semestre em uma noite.