O mais simples sabor da Itália

Nem macarrão, nem pizza. O melhor representante da culinária italiana é o risoto

risotto

Integrante da culinária italiana clássica, o risoto é um prato simples de se fazer e uma requintada alternativa para se preparar o arroz e transformá-lo no protagonista do jantar. Surgido em 1574 na sua versão de risoto milanês, foi ganhando diferentes aspectos e sabores através dos tempos, cada um agradando a um público diferente, mas sempre com o açafrão dando um gosto especial.

O risoto milanês se caracteriza pela forma pastosa, gosto forte e por casar bem com a carne vermelha. É a forma mais simples e mais saborosa do prato, mesmo não sendo o ideal para ir para a mesa sem uma companhia de peso. É um ótimo coadjuvante, assim como o arroz tradicional.

Uma das versões mais leves, o risoto de tomate seco vem conquistando bastante espaço nos cardápios dos restaurantes brasileiros. Tem a vantagem de combinar com sucos cítricos ou um vinho seco. Na maior parte das vezes, esse tipo de risoto fica melhor quando servido sozinho, sem qualquer acompanhamento além da bebida.

Já o risoto de camarão pode ser servido com um filé, de preferência de salmão. A junção dos dois sabores é mágica e deixa qualquer um ansioso pela próxima garfada. Mas, mesmo se não houver salmão, esse risoto é garantia de satisfação ao paladar. Pelo gosto mais forte, é possível combinar com vinho tinto e sucos mais densos.