Após 18 anos, Peyton Manning encerra uma das carreiras mais vitoriosas do futebol americano

Ex-jogador do Indianapolis Colts e Denver Broncos estabeleceu recordes e conquistou a admiração de companheiros e adversários

Nesta segunda-feira (7), o futebol americano se despediu de um dos seus maiores atletas. O lendário quarterback Peyton Manning decidiu se aposentar do esporte a que dedicou 18 anos de sua vida. O eterno camisa 18 de Indianapolis Colts e Denver Broncos construiu uma carreira de títulos, recordes pessoais e se consolidou como ídolo de toda uma geração, principalmente nos EUA.

VEJA TAMBÉM:

Aos 39 anos, o ‘xerife’ da NFL fez seu último jogo no Superbowl 50 no mês passado, a grande final da temporada do futebol americano, onde foi campeão com a equipe de Denver – já havia vencido em 2007, com os Colts. A última partida fez o atleta chegar ao impressionante número de 200 vitórias na carreira, suficiente para assegurar o recorde de quarterback que mais ganhou jogos no esporte.

O adeus dos colegas

A aposentadoria de Manning movimentou todo o mundo do futebol americano. Atletas, representantes das equipes, treinadores e pessoas influentes da NFL deram seu recado especial a este jogador que certamente estará no Hall of Fame (grupo seleto das maiores personalidades no esporte).

  “Inúmeros recordes. Incontáveis memórias. Obrigado, Xerife”, publicou o twitter da NFL Network (Instagram NFL)

“Inúmeros recordes. Incontáveis memórias. Obrigado, Xerife”, publicou o twitter da NFL Network (Instagram NFL) (/)

A VIP já havia conversado com Tim Mazzetti, o ‘quase brasileiro’ da NFL na década de 1970, que rasgou elogios ao camisa 18. Tom Brady, quarterback do New England Patriots, parabenizou Manning pela brilhante carreira e disse que ele “mudou o jogo para sempre, fazendo todos à sua volta serem melhores”.  John Elway, ex-jogador e atual dirigente do Broncos afirmou que “Peyton foi tudo o que pensávamos e muito mais, tanto para a equipe quanto para a comunidade”.

“O melhor de todos os tempos”, disse C.J. Anderson, companheiro em Denver. “Eu te amo, cara.”, completou o running back. Jim Irsay, dono do Indianapolis Colts, também deu uma declaração bastante emocionada: “poucos marcaram um esporte como o fez Peyton Manning. Ele simplesmente revolucionou o futebol americano. Ele lhe deu energia como ninguém antes conseguiu. Ele tornou o jogo mais divertido aos fãs, ele fez o jogo ser melhor”.

O grande recordista

  Os principais prêmios do ex-jogador (Instagram NFL)

Os principais prêmios do ex-jogador (Instagram NFL) (/)

Quem acompanha futebol americano sabe que os números são bem importantes para o esporte e as estatísticas falam muito sobre o desempenho de uma equipe ou um determinado jogador. Peyton Manning não foge à regra e, portanto, a grandeza de sua carreira também pode ser expressa em números. Não é à toa que ele é dono de dezenas de recordes na NFL.

O ex-jogador é o número um em passes para touchdowns (539) e também o líder em jardas aéreas (71940) – basicamente, as duas estatísticas mais importantes para um quarterback. Ele também é o jogador que mais entrou em campo na pós-temporada, o que significa que, além de ter uma carreira longa, ele também sempre levou suas equipes a um estágio avançado da competição.

Para citar só mais algumas marcas, Manning é o cara que mais papou o troféu de MVP (jogador mais valioso da temporada): foram cinco conquistas pessoais. Ele também tem o maior número de partidas em que marcou três ou mais touchdowns (tipo um hat-trick no ‘nosso’ futebol).

  Você sabe quem recebeu mais passes de Manning para touchdowns? (Instagram NFL)

Você sabe quem recebeu mais passes de Manning para touchdowns? (Instagram NFL) (/)