Como identificar as mentiras que elas contam para você

Perceba as mentiras da gata que ama ou está a fim antes que os narizes comecem a crescer a ponto de você achar que tem algo realmente cheirando mal

Michael Douglas e Sharon Stone em Instinto Selvagem

 (reprodução/Divulgação)

Que atire a primeira pedra quem nunca contou uma mentirinha para impressionar a gata, para agradar a namorada ou para não arrumar uma briga com a patroa.

Normal. Mas, se você ainda tinha dúvidas, acabe com elas já: sim, as mulheres também mentem, e talvez mais que você, meu caro!

Contradizendo título de best-seller, que afirma que homens mentem e mulheres choram, uma pesquisa realizada com 2.300 solteiros pelo site ParPerfeito, um dos maiores portais de relacionamento do Brasil, aponta que 64% das mulheres já mentiram durante a paquera, enquanto 51% dos caras afirmaram a mesma coisa.

Esses dados desmistificam de uma vez por todas o que o inconsciente coletivo alimenta: que os homens são os maiores mentirosos.

Bem, uma enquete da revista VIP, com 167 homens e 105 mulheres, realizada entre os leitores do nosso site e leitoras das publicações femininas da editora Abril, mostra que o número de caras e garotas que mentem para impressionar o sexo oposto é quase o mesmo: altíssimo.

É curioso notar que mais de dois terços dos consultados mentem legal para levantar o cartaz. Os homens de VIP parecem usar mais do recurso: 78% contra 70% entre as mulheres.

Nós fizemos uma conta rápida e chegamos ao resultado que resume bem o perfil de cada um quando o assunto é mentira: mulheres dividem e homens multiplicam – chega mais que a gente explica esse cálculo! Fique atento e anote nossas dicas, pois reunimos tudo o que você precisa saber para identificar um mentiroso – ou melhor, uma mentirosa. E não caia numa cilada!

63% das mulheres já mentiram para não ter que transar. A desculpa mais usada… …por 37% (a maioria): “Estou cansada, quero dormir”

Obviamente mentir não é uma atitude relacionada a gênero, e sim à condição humana. Todos mentimos, porém de maneiras diferentes e por motivos diversos.

“Todo ser humano parece ter coisas a esconder, partes vergonhosas da sua existência ou aspectos que gosta de exagerar positivamente para parecer mais significativo do que é de verdade”, destaca Fred Mattos, psicólogo e consultor de relacionamento de São Paulo.

Elas dividem…

Um estudo realizado com 1.362 mulheres, com idades entre 18 e 30 anos, publicado no site MailOnline (Reino Unido), lista as principais mentiras que elas costumam contar.

Assumindo as três primeiras posições do ranking das maiores balelas estão: a quantidade de parceiros que elas já tiveram (52%), a razão pela qual terminaram com o ex (38%) e o preço que pagaram por uma roupa (33%). Completam a lista itens como situação financeira (25%), idade (18%), traição (16%) e peso (12%).

Note-se que as mentiras que contaram são para esconder algo. Se elas transaram com seis nos últimos meses, dizem ter sido três. Há explicações:

  • “As mulheres mentem para não serem julgadas precocemente”, afirma Fred Mattos.
  • “Elas querem parecer adequadas e usam artimanhas para conseguir isso ou disfarçam apenas por medo de perder, mesmo que seja um mínimo de companhia”, diz Luiz Cuschnir, psiquiatra de São Paulo.

… Eles multiplicam

Já as mentiras masculinas normalmente servem para criar magnitude no seu desempenho. Ou seja, se ele pegou duas na balada, diz que pegou quatro.

Prova disso é um estudo publicado pelo site de namoro PUA Training (Reino Unido), que mostra que 79% dos caras disseram já ter mentido quando o assunto é grana e posição social, pois acreditam que bens materiais impressionam as mulheres.

Tudo isso porque os homens costumam evidenciar seu caráter confiável, sua condição financeira, seu status profissional e suas habilidades sexuais.

  • “Eles não gostam de se sentir pequenos, inferiores ou serem descartados por não poder proporcionar uma boa companhia”, destaca o psicólogo Fred Mattos.
  • “Os homens mentem para tentar se sair melhor na situação, pois não acreditam que seriam aceitos caso contassem a verdade”, ressalta Carla Cecarello, psicóloga especialista em sexualidade, de São Paulo.
Brooklyn Decker e Adam Sandler em Esposa de Mentirinha

 (reprodução/Divulgação)

De maneira geral, nunca esqueça:

  • As mulheres são mais cuidadosas e coerentes ao mentir que os homens, pois planejam mais e conseguem, na maioria das vezes, esconder algo por mais tempo.
  • Muitos estudos comprovam mesmo que homens são mais desligados, menos observadores e investigadores.
  • As mulheres podem ser mais criativas em suas mentiras, já que fantasiam mais e têm mais habilidade verbal que os homens, que são mais práticos e objetivos em si, diz Olga Tessari, psicóloga e consultora de relacionamento de São Paulo.

52% dos homens já mentiram na hora do sexo. A mentira mais usada… …por 28% (a maioria): algo como “Você é demais na cama!”

Mentira do bem

O senso comum é que todos mentem, muitas vezes apenas para evitar problemas com o outro. “A mentira faz parte da existência humana. Podemos dizer que é um mal necessário e serve para evitar problemas maiores, sofrimento, brigas, mal entendidos, discussões e confusões”, ressalta Olga Tessari.

Mas mentir não deixa de ser uma maneira de não bancar suas escolhas para não ter que lidar com as consequências de uma atitude. Para Rosana Braga, psicóloga e consultora de relacionamentos de São Paulo, esse é um comportamento imaturo e pode até ser considerado doentio, dependendo da frequência e da importância das mentiras.


Pegando no pulo!

Segundo o estudo do site ParPerfeito, 82% das mulheres já pegaram o cara na mentira durante a paquera, enquanto 63% dos homens conseguiram identificar uma mentira dela. Aqui, algumas dicas valiosas para você pegar uma lorota no pulo!

O corpo fala

Tocar demasiadamente o próprio corpo, desviar o olhar com frequência ou olhar fixamente para alguma coisa são alguns indícios de que tem algo estranho. Demonstrar ansiedade, tensão, esforço em manter a coerência, enfatizar demais uma frase ou falar lentamente para não se confundir também são algumas características de uma conversa mentirosa.

Peculiaridades da hipocrisia

Quando a história é excessivamente detalhada, desconfie. Além disso, rodear um assunto, recusar-se a se explicar, cair em contradição e às vezes até mostrar agressividade e contra-ataques, que servem como estratégia para mudar o foco, também entregam uma mentira.


Cara de pau

Fizemos uma enquete entre as amigas da redação e levantamos as balelas que elas contam sem dó. Você não vai cair nessa, certo?

“Não foi tão caro, estava em promoção” – quando ela foi ao shopping e estourou o limite do seu cartão de crédito.

“Não estou com ciúme” – quando, na verdade, ela está querendo voar no pescoço da sua melhor amiga.

“Adoro fazer sexo oral” – acredite: muitas mulheres não curtem fazer sexo oral, fazem isso para agradar.

“Tudo bem… acontece com todo mundo” – quando o “meninão” não engatou a primeira marcha.

“Já estou saindo de casa” – quando acabou de sair do banho.

“Culpa da TPM” – quando ela percebeu que brigou com você por besteira.

“Estou insegura, nunca fiz isso. Dói?” – quando você sugere sexo anal.

“Estou cansada, quero dormir / Tive um dia péssimo e não estou com cabeça pra isso / Hoje não amor, estou naqueles dias / Estou com dor de cabeça” – quando ela não está a fim de transar.

“Eu como pouco mesmo” – quando ela vai jantar pela primeira vez na sua casa e não quer causar má impressão, mas na verdade já mandou um pratão em casa.

“Imagina amor, você continua lindo!” – quando você pergunta se está ficando careca ou barrigudo.

“Eu nunca tive um orgasmo como esse. Só você me faz chegar lá” – às vezes elas falam isso só para agradar.

“Meu chefe é velho, gordo, tem bafo, é casado” – para você deixar ela trabalhar em paz.

“Nossa… vai doer!” – ao pegar seu pênis pela primeira vez, querendo dizer que o tamanho é acima da média.

“Nudes? Nunca fiz, não sei se tenho coragem de mandar pra você” – quando você pede pra ela mandar uma foto ousada pelo WhatsApp.

“Não sou de ficar com vários na balada” – quando, na verdade, pegou quatro na noite que você chegou nela.

“Ai, não sei… E se alguém chegar e pegar a gente aqui?” – quando vocês estão na maior pegação em uma rua escura e ela está louquinha para tirar a roupa

“Fantasia sexual? Nunca pensei nisso, sabia?!” – quando ela já está imaginando você vestido de policial, bombeiro, salva-vidas…