Descubra por que ser amigo da ex não é boa opção

Todo mundo sabe: praticidade ou sexo nunca foram boas desculpas

ex namorada 2

(Divulgação/Fonte padrão)

Um dos principais dilemas do término de qualquer relacionamento é: continuar ou não a amizade?

Mas é melhor repensar essa possibilidade, pois, de acordo com um estudo recente conduzido pela Universidade de Oakland (EUA), pessoas que têm algum traço de psicopatia e narcisismo foram as que justamente decidiram ser amigos do(a) ex.

Ao entrevistar 861 indivíduos, os pesquisadores descobriram que grande parte dos que mantém proximidade dos antigos parceiros fazem principalmente pelo sexo  — acham que a facilidade e a intimidade ajudam.

Outra parte dos entrevistados revelou que mantinham a relação próxima por que o(a) ex “era confiável” ou por que”havia um forte laço emocional”.

Em contrapartida, essas pessoas não perceberam que manter essa ligação, além de demonstrar um lado escuro de personalidade, dificulta e até estraga futuros relacionamentos.

A pesquisa também abordou o relacionamento de ex-casais que não têm escolha se não permanecerem um na vida do outro, principalmente por causa de filhos ou por trabalharem na mesma empresa.

E a conclusão foi a mesma: cordiais, sim; amigos coloridos, nunca!