New York Magazine reúne vítimas de Bill Cosby em sua capa

A nova edição da revista americana colocou 35 das 46 mulheres que acusam o comediante de estupro em destaque

A próxima edição da New York Magazine, uma das mais importantes publicações dos Estados Unidos, irá trazer em sua capa 35 das 46 mulheres vítimas do comediante Bill Cosby. Elas acusam Cosby de tê-las drogado e abusado sexualmente enquanto estavam incapacitadas de qualquer reação.

O caso — que arrasta-se por anos — tem ganhado notoriedade especial em 2015, com a aparição de mais mulheres denunciantes

Os estupros serão finalmente investigados como parte de um processo judicial. A decisão da Justiça Americana foi publicada na última semana, para desespero de Cosby e seus advogados. Os crimes, que teriam ocorrido ao longo de décadas, envolvem até menores de idade (o comediante é acusado de estuprar uma menina de 15 anos em 1974).

De acordo com as vítimas, Bill Cosby as drogava com quaaludes, um sedativo extremamente forte que anula qualquer reação de quem usa a droga. Em depoimento à Polícia coletado em 2005, Cosby admite ter usado a droga com cinco amantes ao longo da vida, mas sempre com o consentimento das mulheres.

A cadeira vazia representa as outras 11 mulheres que não quiseram aparecer (Crédito: Divulgação) A cadeira vazia representa as outras 11 mulheres que não quiseram aparecer (Crédito: Divulgação)

A cadeira vazia representa as outras 11 mulheres que não quiseram aparecer (Crédito: Divulgação) (/)

Depois do anúncio da capa, o site da New York Magazine foi invadido e tirado do ar. O problema, no entanto, já foi contornado. Para ler as entrevistas, clique aqui.


Entenda melhor o caso: