O livro da pioneira fotógrafa pin-up

“A fotógrafa mais linda do mundo” foi o título dado a Bunny Yeager (1930-) pela revista U.S. Camera em 1953. Bunny foi modelo e candidata a miss antes de, no começo dos anos 1950, fazer um curso de fotografia e se infiltrar num ramo que era um Clube do Bolinha. Seus trabalhos de pin-ups incluíam […]

Bunny Yeager em ação

“A fotógrafa mais linda do mundo” foi o título dado a Bunny Yeager (1930-) pela revista U.S. Camera em 1953. Bunny foi modelo e candidata a miss antes de, no começo dos anos 1950, fazer um curso de fotografia e se infiltrar num ramo que era um Clube do Bolinha. Seus trabalhos de pin-ups incluíam fotos em que ela posava para si mesma. Grande parte de seus arquivos foi reunida no livro Bunny Yeager’s Darkroom, lançado em setembro nos EUA pela editora Rizzoli (US$ 60).

A capa do livro (acima) traz a modelo mais notória a posar para Bunny: Bettie Page, a “rainha das pin-ups”. Entre as inúmeras fotos que saíram dessa parceria, está a clássica pose de Bettie nua, exceto por um gorrinho de Papai Noel, publicada na Playboy americana em 1955.

O livro foi escrito por Petra Mason com a colaboração de Bunny Yeager (que, aos 82 anos, segue ativa em seu estúdio em Miami) e traz um prefácio de Dita Von Teese, a mais famosa pin-up da atualidade.

Eis outros aperitivos presentes em Bunny Yeager’s Darkroom.

***

(Fotos: reprodução e divulgação Rizzoli)