5 livros recém-lançados que todo fã de esportes deve ler

Novidades nos EUA, as publicações mostram os bastidores de fora das quadras, gramados e ringues.

Ali: A Life

 (Divuglação/Revista VIP)

Há muitos livros sobre Muhammad Ali (1942-2016), o mais lendário personagem do boxe.

Mas o americano Jonathan Eig evitou ser redundante na nova biografia (Houghton Mifflin Harcourt, US$ 30).

Ele foge do endeusamento de Ali e aponta as contradições e atitudes condenáveis – especialmente no tratamento das quatro esposas do ídolo.

Tudo acabava encoberto pelo seu carisma e jeito alegre e falastrão, além das vitórias. Eig também se aprofunda na análise de como Ali desenvolveu o mal de Parkinson que o debilitou até o fim da vida.

E como a causa da doença está muito ligada à insistência do pugilista em continuar lutando até os 39 anos por causa de dinheiro.

 

Betaball

 (Divuglação/Revista VIP)

Ao descrever o processo que fez, em cinco anos, o Golden State Warriors passar de time decadente para um gigante da NBA, a obra do jornalista Erik Malinowski (Atria Books, US$ 26) busca ser para o basquete o que Moneyball, de Michael Lewis, foi para o beisebol.

Com ousadia na administração e uso de novidades da ciência e da cultura tecnológica do Vale do Silício, a equipe se fortaleceu nas quadras, revelou o craque Stephen Curry e teve adversários imitando seus exemplos.

 

The Big Chair

 (Divuglação/Revista VIP)

Ned Colletti foi executivo de três clubes de beisebol: Chicago Cubs, San Francisco Giants e Los Angeles Dodgers, do qual é atualmente conselheiro-sênior do presidente após atuar como manager entre 2006 e 2014.

Com tanta experiência em gestão, ele passa adiante o que viveu e aprendeu num livro (G.P. Putnam’s Sons, US$ 28) escrito em parceria com Joseph A. Reaves. Colletti abre o jogo sobre negociações, decisões, convivência com jogadores de personalidades diferentes…

 

The Billionaires Club

 (Divuglação/Revista VIP)

O jornalista inglês James Montague (Bloomsbury, US$ 27) viajou por Europa, Ásia e Estados Unidos para contar quem são e como atuam os oligarcas do futebol que compraram grandes clubes do mundo.

Não há muita lisonja nos relatos, desde o acúmulo da fortuna do russo Roman Abramovich, dono do Chelsea inglês, às aquisições agressivas de investidores americanos (os irmãos Glazer no Manchester United e John W. Henry no Liverpool).

Numa época em que o Paris Saint-Germain, do catariano Nasser Al-Khelaïfi, gastou 222 milhões de euros para contratar Neymar, é bom saber quem banca o jogo.

 

The TB12 Method

 (Divuglação/Revista VIP)

Tom Brady, maior astro atual do futebol americano, estreia como autor. Em seu livro (Simon & Schuster, US$ 29,99), revela em texto e fotos seu método para manter uma forma impecável.

O volume é de interesse geral para quem pratica outros esportes, mas não se prende apenas a exercícios físicos.

Nutrição, escolhas de estilo de vida e práticas para manter a mente ágil também estão presentes.

Newsletter Conteúdo exclusivo para você