A verdade sobre Stairway to Heaven — e o suposto plágio

Entenda os segredos por trás de um dos maiores sucessos da história do rock

Se você perguntar a qualquer fã de Led Zeppelin sobre Stairway to Heaven, em algum momento do papo surgirá o nome Bron-Yr-Aur: o nome de uma música e um chalé onde, supostamente, o vocalista Robert Plant e o guitarrista Jimmy Page escreveram a canção. Pelo menos essa é a história contada pelos músicos.

Porém, um nome que você não vai ouvir é Headley Grange (ou Granja Headley), atualmente um estúdio inglês onde bandas como Fleetwood Mac, GenesisBad Company costumavam ensaiar e realizar gravações. Quer dizer, pelo menos até agora.

Como muitos sabem, em 2014, a família de Randy California, que se tornou responsável legal pelo legado da banda Spirit entrou em um processo contra o Zeppelin com o argumento de que eles teriam plagiado a música Taurus, um rock instrumental lançado três anos antes de Stairway. Clique aqui para ouvi-la e tirar suas própria conclusões.

Durante o testemunho de Jimmy Page a respeito do caso (no dia 15 de junho), o guitarrista admitiu que não escreveu a música em Bron-Yr-Aur. Ao invés disso, ela teria sido escrita em outro lugar, apresentado pela primeira vez a seus companheiros de banda na Granja Headley.

VEJA TAMBÉM:

Este pode ser um pequeno detalhe mas, para os fãs de Led Zeppelin, é uma verdadeira decepção. Bron-Yr-Aur era o destino dos crentes na banda e em todo o misticismo que envolvia um dos maiores clássicos do rock. Inspirados em imagens celtas/religiosas, os integrantes criaram os símbolos, as capas de álbuns e as próprias canções inspirados em todo universo mitológico europeu, principalmente em J. R. R. Tolkien, autor de Senhor dos Anéis.

O lugar encaixava-se perfeitamente na história. Com 250 anos de existência, o chalé está localizado à beira de uma montanha galesa no vale Dyfi. O vocalista do grupo declarou que ficou na região diversas vezes quando criança e, após o extenso tour na década de 1970 — o ápice da carreira de Zeppelin — ele sugeriu que os músicos descansassem um tempo no interior (especificamente, no chalé).

O grupo compôs o álbum Led Zeppelin III  ali, mas Plant diz que ele e Page escreveram Stairway to Heaven sentados em uma cabana, à beira de uma fogueira. Durante o julgamento, um trecho de uma entrevista antiga com Plant sobre a escrita da canção foi tocada.

“Jimmy e eu estávamos sentados perto da fogueira […] Hawkwind estava provavelmente murmurando no fundo”, de acordo com o site Mashable.

Por fim, isso não diminui a imagem da própria música. A decepção de muitos fãs que viajaram até o chalé ao longo dos anos, porém, é inegável. Amantes de Zeppelin do Japão, Itália, China e EUA (e, com certeza, Brasil) todos foram para Bron-Yr-Aur. Alguns dos itens de lá foram quebrados, coisas roubadas e até mesmo sua placa foi levada (três vezes!) de acordo com a BBC.

Então como a própria canção diz, “Sometimes all of our thoughts are misgiven” (“de vez em quando todos os nossos pensamentos provocam maus pressentimentos”).