Hans Zimmer não fará mais trilhas sonoras para filmes de super-heróis e revela planos para o futuro

O compositor da trilha sonora de 'Batman vs Superman' diz que este foi seu último trabalho no gênero

Famoso por dar o tom necessário (seja ele dramático, épico ou fantástico) a dezenas de filmes nos últimos 20 anos, Hans Zimmer fez um grande anúncio ontem (30/03): deixará de fazer trilhas sonoras para filmes de super-heróis. Agora, após o trabalho em Batman vs Superman, Zimmer “oficialmente saiu do ramo” de longas do gênero.

Talvez tão importante em nosso cenário cinematográfico atual quanto o gênio John Williams, Zimmer, que deu a notícia ao BBC HARDtalk, disse: “este [trabalho] foi bastante difícil de fazer, de encontrar uma nova linguagem”. Isso não quer dizer que o musicista esteja ficando sem criatividade, mas o poder de uma composição verdadeiramente icônica está se perdendo, já que ele trabalhou tanto com Homem de Aço e O Espetacular Homem-Aranha 2quanto com a famosa trilogia O Cavaleiro das Trevas de Christopher Nolan.

VEJA TAMBÉM:

Assim, é possível que junto aos futuros lançamentos da DC/Warner venha a responsabilidade de criar um tema único para cada um dos novos personagens e, como ele disse, seria difícil encontrar um caminho singular para cada uma das adaptações. Contudo, se você é fã das trilhas sonoras dele, não se preocupe: ele está trabalhando em Dunkirk, de Christopher Nolan, que será lançado em 2017.

Abaixo, cinco composições de Zimmer que explicam bem sua carreira e mostram o tamanho da falta que ele fará para os heróis das telonas:

Introdução à Mulher-Maravilha em Batman vs Superman: A Origem da Justiça:

Tema de Interestelar:

Tema de A Origem:

Tema de Sherlock Holmes: