Morgan Freeman diz que come, bebe, cheira e fuma maconha

Ator vencedor do Oscar é um dos mais influentes no debate da legalização da cannabis

Além de colecionar dezenas de prêmios por seus papéis no cinema, Morgan Freeman (77) se destaca como uma das vozes mais influentes na batalha pela legalização da maconha.

Depois de dar uma declaração para o jornal inglês The Guardian afirmando que havia desistido de drogas mais fortes, mas nunca abandonaria seu relacionamento com a maconha, o vencedor do Oscar de ator coadjuvante por Menina de Ouro (2004) revelou ao site The Daily Beast que fumar não é a sua única maneira de consumir a cannabis.

“Como eu uso? Do jeito que vier! Eu como, bebo, fumo e cheiro! O movimento [da legalização] já acontece há muito tempo, e agora está ganhando ainda mais força. Agora, o foco é compreender que o álcool não tem nenhum uso medicinal de verdade. Se você tomar só um drinque, pode até ficar numa boa, mas se tomar dois ou três você está ferrado.”

Freeman também revelou que sofre de fibromialgia no braço direito, e que a marijuana é o único remédio que lhe traz algum alívio.