Tom Hiddleston toca clássico dos anos 1940 — e comenta seu mais novo trabalho no cinema

O ator por trás da adaptação biográfica de Hank Williams dá algumas dicas em uma loja de instrumentos musicais londrina

Nascido na década de 1920 no Alabama, o músico country Hank Williams é considerado um dos compositores mais influentes do século XX. Quase 60 anos depois — aos 35 anos de idade — Tom Hiddleston, um dos grandes artistas londrinos da atualidade, se destaca ao retratar a vida de Hank no longa biográfico I Saw the Light. Abaixo, uma entrevista recheada de música com o ator:

https://embed.theguardian.com/embed/video/film/video/2016/may/09/tom-hiddleston-hank-williams-guitar-shop-i-saw-the-light-video-interview

VEJA TAMBÉM:

Hiddleston explica: “realmente somos [atores] fascinados com artistas que são capazes de explorar sua própria escuridão e transmiti-la de alguma maneira pela música, pela escrita ou pela atuação, porque eles têm coragem de se manifestar sobre a experiência de estar vivo, que é uma questão global”.

Previsto para chegar aos cinemas nacionais no dia 30 de junho, o filme já foi lançado nos EUA (no último dia 1º) e recebeu críticas equilibradas (nem tão boas, nem tão ruins). Apesar de bem realizado, o longa dá a pinta que não irá conseguir destronar outros sucessos biográficos como O Destino Mudou Sua Vida (1980), que conta a vida de Loretta Lynn, e Johnny e June (2005), sobre a dupla Johnny CashJune Carter.