5 motivos que explicam o auge de Cristiano Ronaldo aos 33 anos de idade

Maior artilheiro da história do Real Madrid, de Portugal, da Champions League... Veja porque nada disso é por acaso na vida do jogador português

Cristiano Ronaldo

 (FIFA/Instagram)

Cristiano Ronaldo é um dos maiores jogadores da história. Isso é um fato inquestionável.

Além de artilheiro máximo no Real Madrid, da Champions League e da seleção de seu país, CR7 se despede do clube espanhol querendo mais.

Mais? Sim! Cris fez por onde conseguir chegar ao auge aos 33 anos de idade.

Mesmo com um vidão de luxo e riqueza, o jogador dá um duro danado para quebrar recordes.

Confira como o gajo se prepara para ser uma máquina de gols:

 

1. Alimentação

The feeling of waking up like this @pestanacr7

A post shared by Cristiano Ronaldo (@cristiano) on

O físico perfeito não surgiu do nada.

Em entrevista à Rádio Copes, Cristiano contou que tem apenas 7% de gordura corporal — o que é esperado em um homem de 23 anos.

O chef da seleção portuguesa, Luís Lavrador, revelou que o jogador consume prioritariamente sucos naturais e carnes magras (principalmente peixe), e versões integrais de verduras e pães.

Como é nascido na Ilha da Madeira, tem hábitos caseiros na hora de fazer seu lanche, além de beber água mineral durante o dia inteiro, como contou Lavrador.

Isso que chamamos de obstinação…

 

2. Nada de álcool e cigarro

Como é focado (até demais) em seu condicionamento físico, o portuga dispensa as noitadas regadas a drinques (inclusive os caro), já que isso pode prejudicar seu rendimento dentro de campo.

Outro ponto importante: não fuma.

As marcas relacionadas à boa saúde agradecem e usam a imagem do gajo como um exemplo de vida saudável.

Pelo menos não é nada mentiroso.

 

3. Treino em casa

My perfect shoes for the gym.💪 #Nike #Niketraining

A post shared by Cristiano Ronaldo (@cristiano) on

Enquanto alguns jogadores fogem da concentração para curtir os prazeres da noite, Ronaldo escapa para se “dopar” de endorfina.

Em entrevista ao Diário de Notícias, um dos principais periódicos de Portugal, Cristiano contou que chegou a sumir do dormitório para treinar nas madrugadas.

Sem esperar o “dom” natural aflorar, mesmo muito jovem, o pequeno CR7 sempre teve compromisso além do normal com os treinamentos.

Fazia hora extra na academia, nos treinos de habilidade, nas fases de recuperação pós-jogo.

Esses hábitos o acompanham até hoje, mesmo depois de cinco taças da Champions e de incontáveis prêmios de artilharia.

Para completar, o boleiro tem uma equipada sala de musculação em casa, para poder “passar o tempo” como gosta.

Dificilmente isso será diferente em Turim.

 

4. Engajamento

O visual galã impecável pode passar uma imagem de jogador “mala”, mas não condiz com a realidade.

Cristiano Ronaldo não esquece de suas origens e é extremamente ligado à filantropia e às causas sociais, principalmente em sua região de origem.

Segundo a ONG “Athletes Gone Good”, Cris é o esportista que mais doa dinheiro para instituições de caridade ou para pessoas que necessitadas (cirurgias, próteses ou ajudas financeiras gerais).

O camisa 7 também já colaborou com países em situação de guerra ou catástrofe, como na região da Palestina ou no Tsunami indonésio em 2004.

Além disso, uma curiosidade: já notou que, ao contrário de quase todos os jogadores de futebol, inclusive seus companheiros, ele não tem tatuagens pelo corpo?

O motivo é a relação próxima do atleta com ações de doação de sangue — que podem ser comprometidas pelo hábito de se tatuar recorrentemente.

Ronaldo doa todo ano e também incentiva campanhas pelo mundo.

 

5. Vida em família

Fortuna e sucesso não fazem do atacante um jogador com fama de baladeiro.

Pelo contrário: é um verdadeiro paizão.

Em suas redes sociais, é possível vê-lo em diversas ocasiões ao lado do filho Cristiano Jr. e dos outros pequenos, ainda bebês.

Com boa alimentação, saúde impecável e uma vida cercada de família e sossego, é só adicionar força de vontade e talento nato dentro das quatros linhas que, voilà: Temos um super gênio!

A Juventus não fez um bom negócio. Foi EXCELENTE!

 

Newsletter Conteúdo exclusivo para você