Vai cair a maior luta do UFC do ano?

O UFC investiu milhões de dólares na promoção da luta mais importante do ano para a franquia, o embate pelo cinturão dos pesos-penas entre José Aldo, seu detentor, e o irlandês Conor McGregor, marcado para o UFC 189, em 11 de julho, em Las Vegas. Mas hoje à tarde Aldo sofreu uma lesão enquanto treinava […]

O UFC investiu milhões de dólares na promoção da luta mais importante do ano para a franquia, o embate pelo cinturão dos pesos-penas entre José Aldo, seu detentor, e o irlandês Conor McGregor, marcado para o UFC 189, em 11 de julho, em Las Vegas. Mas hoje à tarde Aldo sofreu uma lesão enquanto treinava e fraturou uma costela. O campeão pode, assim, estar fora do card e a luta ter de ser adiada.

Houve muita especulação e pouca confirmação hoje durante toda a tarde. Aparentemente, de acordo com informações do site do Canal Combate, Aldo estava fazendo um sparring quando o adversário, ao tentar dar um chute rodado em sua cabeça, o atingiu na costela. O site do jornal O Globo afirma que o companheiro de treino que machucou Aldo teria sido Renan Barão, ex-campeão dos galos, mas ninguém veio a público afirmar isso.

A recuperação para uma fratura de costela costuma levar entre 3 e 4 semanas, por isso Aldo não estaria apto a lutar em 11 de julho. Mas, no fim do dia, o presidente do UFC Dana White tuitou uma mensagem enigmática: “Relax everyone”. Com isso, mais especulação: não se sabe se o pedido para relaxar tem a ver com o fato de Aldo poder lutar ou com o fato de o UFC tentar dar um jeito no card.