Cabelo, Barba & Corpo, Estilo

5 tatuagens de jogadores da Copa do Mundo 2018 para se inspirar

(Pinterest/Reprodução)

Jogadores e profissionais e rabiscos na pele são quase uma certeza no mundo de hoje.

Mesmo muito jovens, os boleiros já se entopem de cores, estilos, frases pelo corpo.

Claro, precisamos dizer: uma conta bancária invejável não significa belíssimas obras de arte.

Mesmo assim, muitos contam com tattoos incríveis.

E quem sabe você não se inspira?

 

1. Sergio Ramos

(Youtube/Reprodução)

O zagueirão do Real Madrid não é só conhecido pela raça, pelos títulos e pelas entradas duras.

O espanhol é inteiro tatuado, da nuca à mão, e faz os desenhos, na maioria realistas, combinarem com um visual clássico de cabelo e barba.

 

2. Tim Cahill

(WCCO/Reprodução)

O veterano da seleção australiana é mais discreto.

Autor de um dos gols mais bonitos na Copa de 2014, o capitão também mandou bem em sua “meia” manga com tatuagens tribais de origem Maori, cultura nativa da Nova Zelândia.

Ou seja, leva um pouquinho da cultura de seu continente na pele.

 

3. Lionel Messi

(UEFA/Instagram)

De menino discreto a um barbudo tatuado.

Quem diria que Messi mudaria radicalmente de estilo?

La Pulga começou a fechar a perna esquerda (talvez a mais valiosa do mundo) com desenhos em preto com traços grossos, mais próximos ao Old School (ou tradicional).

 

4. Ricardo Quaresma

(YouTube/Reprodução)

Também veterano, Quaresma chama atenção por suas tatuagens — não por ter várias, já que isso é comum.

Bem ao estilo gangster, o português tem marcas inclusive no rosto.

No “dicionário”, ter lágrimas na face pode significar ter um assassinato no currículo. Bom, esperamos que seja só uma questão de estilo!

 

5. Olivier Giroud

(FFF/Reprodução)

O atacante francês é adepto da boa e velha frase no antebraço, em um estilo chamado lettering.

A sentença em latim é bíblica, mas provavelmente não foi feita em um estúdio renomado…

 

Newsletter Conteúdo exclusivo para você