Montblanc apresenta novos relógios da coleção Star

Grife alemã apresenta os dois modelos que estarão na 28.ª edição do Salão Internacional da Alta Relojoaria (SIHH) em janeiro de 2018

(Montblanc/Divulgação)

Com a 28.ª edição do Salão Internacional da Alta Relojoaria (SIHH) batendo às portas — acontece entre 15 e 19 de Janeiro de 2018 —, chegou o momento de parte das grifes exibidoras revelarem as preciosidades que levarão ao moderno pavilhão de Palexo, em Genebra (Suíça). 

A Montblanc, por exemplo, apresentará dois novos modelos de cronógrafos que vão integrar a sua recém-reformulada linha Star Legacy Collection.

A coleção, que se inspira na herança de Minerva e nos relógios de bolso da manufatura que foram feitos no final do século 19 e início do século 20, comemora 20 anos em 2017, mantendo os elementos-chave, mas aumentando o nível de acabamento clássico e a sofisticação do seu design.

As novas peças apresentam caixas redondas com acabamento curvo nos lados em forma de cascalho, juntamente com alças que têm degraus nos lados.

O mostrador possui elegantes ponteiros azuis em forma de folha e as pulseiras foram feitas pela Pelletteria da maison em Florença.

Os relógios

  • Montblanc Star Legacy Automatic Chronograph

(Montblanc/Divulgação)

 

Automático, o Montblanc Star Legacy possui números arábicos negros redesenhados, ponteiros clássicos em forma de folha, um guilhoché refinado e uma minuteria no formato ferrovia que circunda o mostrador e os contadores.

O relógio vem em uma caixa de aço inoxidável de 42 mm, com alças curvas e degraus laterais.

Mais a coroa em forma de cebola com o emblema Montblanc e um acabamento curvado  no lado da caixa, dando um efeito de cascalho.

A pulseira é de couro crodilo azul Sfumato trabalhada à mão pela Pelletteria Montblanc em Florença, Itália.

  • Montblanc Star Legacy Nicolas Rieussec Chronograph

(Montblanc/Divulgação)

A marca suíça reinterpreta seu cronógrafo monopusher Nicolas Rieussec, que foi lançado em 2008.

Como o nome diz, ele é uma homenagem ao relojoeiro francês Nicolas Rieussec que inventou o primeiro cronógrafo, movido à tinta, em 1821.

Reminiscente dos relógios de bolso Minerva, o cronógrafo Montblanc Star Legacy Nicolas Rieussec possui uma caixa redonda de 44,8 mm. Um cristal de safira em cúpula envolve o mostrador tridimensional.

A peça é alimentada pelo icônico movimento de cronógrafo Monopusher de manufatura de corda automática, o Calibre MB R200.

O relógio é equipado com dois discos rotativos alinhados verticalmente, onde estão os contadores de 60 segundos e 30 minutos.

Além disso, um segundo fuso horário é exibido através de um ponteiro esqueletizado, localizado no mostrador descentralizado.

Também vem com uma nova pulseira de couro de crocodilo azul Sfumato, desenvolvida na Pelleteria Montblanc em Florença, Itália, com fecho triplo dobrável.