[Ensaio VIP] Fernanda Vasconcellos: de corpo, olhos e alma

Desde que foi capa da VIP, em 2008, Fernanda Vasconcellos ganhou segurança, disposição, traquejo... Mas o olhar insuportavelmente sensual continua intacto!

 (Robert Astley-Sparke/VIP)

Com as fotos, nem carecia perguntar. Mas, sabe como é, né? “Por que eu fiz este ensaio? Porque eu estava a fim. De experimentar, escolher, passar por sensações…” E vem a risada alta que faz valer a questão aparentemente banal.

“Eu me senti ótima. Foi muito boa, a sensação! Queria morar ali”, conta Fernanda Vasconcellos, referindo-se ao imóvel paulistano onde foi fotografada para a VIP.

Na primeira vez em que posou, em 2008, foi bem menos ousada. “Nooossa, eu tenho essa VIP!”, exclama a atriz, que ri ao ser lembrada de que foi eleita pelos leitores “a melhor mulher do mundo para ser apresentada à mãe”…

Fernanda Vasconcellos

 (Robert Astley-Sparke/VIP)

“Estou buscando coisas novas. Fazer estas fotos tem ligação com estar no controle das minhas próprias ações, da minha vida e da minha carreira. Tem a ver com me sentir confortável comigo mesma e estar entusiasmada”, elabora.

Fernanda Vasconcellos

 (Robert Astley-Sparke/VIP)

Aos 32 anos, Fernanda agora se dedica ao teatro, que a faz viajar para o sul do país nos fins de semana para encenar a comédia romântica Enfim, Nós com o marido Cássio Reis. “É puxado, mas está sendo muito conveniente, senão a gente mal iria se encontrar.” No segundo semestre, cogita voltar com outra peça, Foi Você Quem Pediu para Eu Contar Minha História, que já estrelou em 2015.

 

Fernanda Vasconcellos

 (Robert Astley-Sparke/VIP)

Enquanto isso, ela vai investigando outros textos. “Os outros espetáculos que fiz foram todos a partir de convite. Agora quero algo que parta de mim mesma, que diga coisas que eu esteja a fim de comunicar, sabe? E por aí pode ser mais interessante algo com uma desconstrução de imagem…”

Fernanda Vasconcellos

 (Robert Astley-Sparke/VIP)

Fernanda nasceu em São Paulo e viveu até os 19 anos na Vila Guilherme, bairro da zona norte. Ali, começou a carreira aos 13, como dançarina em programas como Domingo Legal, do SBT, para ajudar a família.

 (Robert Astley-Sparke/VIP)

“Eu era muito tímida, ficava queimando por dentro”, lembra. Assim que começou a ter contato com trabalhos como atriz, lendo textos em comerciais, foi tragada pelo amor à profissão.

O pai, que se recusara a pagar sua faculdade de artes cênicas, teve de engolir quando ela, já decolando, avisou que iria trancar o curso de direito. E se mandou para o Rio, com contrato na Globo. “Vim pro Rio morrendo de medo, mas vim.”

Fernanda Vasconcellos

 (Robert Astley-Sparke/VIP)

Os erres bem pronunciados seguem inalterados em mais de uma década de Rio. Mas a origem paulistana pode ser confrontada ocasionalmente por certas expressões que ela solta com espontaneidade, como “caraca!” e “maneiro!”.

Fã da combinação de mate gelado e biscoitos Globo, típica das areias cariocas, ela mora em frente à Praia do Pepino, onde passeia com Nina, sua lulu-da-pomerânia. Mas , para correr, confessa que prefere a esteira: “Fico olhando o mar, mas de dentro de casa. Gosto do conforto do ar condicionado [risos]”.

Fernanda Vasconcellos

 (Robert Astley-Sparke/VIP)

A risada alta e autoirônica acrescenta charme ao corpo elogiadíssimo nas redes sociais – resultado de corridinhas e da hot ioga. E de mudanças na alimentação após descobrir o incrível mundo do açúcar de coco e dos doces veganos. “Não fica aquela vontade de comer mais outro. Eles realmente saciam.”

Fernanda Vasconcellos

 (Robert Astley-Sparke/)

A motivação, Fernanda garante, foi profissional. “Quando fui fazer prova de roupa para Haja Coração, pensei: ‘Se eu der uma secadinha, a personagem vai ficar melhor’. É um processo natural também. Eu era mais bochechudinha quando mais nova, com aquela pele com muito colágeno, sabe? E eu tinha mais cabelo [gargalhada]. As coisas mudam!”

Os cuidados não a impedem de curtir ocasionalmente a boemia urbana carioca, seja no restaurante Guimas, em outros points do Baixo Gávea, seja mesmo nas imediações dos estúdios do Projac, em Jacarepaguá. “Adoro mesa de bar com chope gelado. Nada melhor que sentar com um povo na mesa de plástico… Isso é carioca ou paulistano?”, diverte-se.

FOTOS: Robert Astley-Sparke
ESTILO: Bruno Pimentel
REALIZAÇÃO: Gabi Comis
PRODUÇÃO EXECUTIVA: Ana Morbach
BELEZA: Fernando Haddad (Amuse-Ment)
ASSISTENTE DE FOTOGRAFIA: Dudu Ardoneto
TRATAMENTO DE IMAGEM: RASDA
AGRADECIMENTO ESPECIAL: Cobertura Metrópole 450, projeto de ALexandre Dal Fabbro, alexandredalfabbro.com.br

Veja também
Comentários

Não é mais possível comentar nessa página.

  1. Renato Zuque

    Fernanda Vasconcellos fica mais linda a cada ano.

    Curtir