“Fui uma adolescente moleca e piranha”, diz a intensa Cleo

Autêntica e desbocada, a atriz está solteira, em nova fase, morando em São Paulo e investindo na carreira de estilista

Cleo Pires

(Alex Batista/VIP)

Cleo é intensa. Ela também resolveu abolir o sobrenome. “Sempre amei meu nome, que minha mãe me deu, e significa glória em grego. E sempre gostei dele sozinho, é muito forte. Amo muito minha família, de onde venho, coloquei Pires no início da minha carreira em homenagem a minha mãe, ela é uma mulher muito forte. Hoje, com as parcerias que venho conquistando, tenho usado só Cleo, fica mais fácil, mais objetivo. De uma certa forma, estou voltando de onde comecei.”

Tem mais. Envolvida em uma polêmica depois de declarar ter feito um ménage, perdeu a paciência porque se tem uma coisa que a faz espumar de raiva é o falso moralismo.

“[No dia da declaração] não é que eu acordei, entrei em alguma das minhas mídias sociais e falei: ‘Bom dia, já fiz ménage’. Eu disse isso dentro de um contexto, num programa dentro do qual a informação cabia e fazendo uma brincadeira com um amigo”, diz enquanto tira o casaco alegando ter ficado com calor.

Mas o que a irritou no episódio do ménage é o machismo que ele carrega. “Eu já vi vários homens dando a entender ou falando sim para esse tipo de coisa e não vi tanta repercussão. Então eu só consigo pensar que é porque eu sou mulher. E outra coisa: seria mais aceitável que eu tivesse feito com uma mulher e com um homem e não com dois homens?”, pergunta.

Nessa hora fica evidente que não há no mundo quem seja capaz de controlá-la.

Recentemente Cleo se mudou para São Paulo, onde mora com seu chihuahua. Os demais cachorros que ela tem estão no Rio com o ex-marido, João Vicente de Castro, de quem se separou há quatro anos.

Depois morou junto mais uma vez, com Rômulo Arantes Neto. Hoje se diz feliz sozinha, e, aos 34 anos, aprendeu a se defender de quem cruza fronteiras que não deveriam ser cruzadas. Até porque vive isso há alguns anos.

O assédio do universo masculino começou a incomodar quando ela passou pela adolescência.

“De repente as pessoas vinham falar comigo de um jeito que eu não gostava, e aí eu era a escrota porque estava apenas me defendendo. Eu falava: ‘Ih, de onde eu vim não é assim, não, meu irmãozinho. Que isso? Tá chegando aí todo cheio de mão e eu tenho que o quê? Deixar? Calma lá’.”

Como seguiu reagindo assim, passou a ter fama de chata e difícil.

Cleo Pires

(Alex Batista/VIP)

Pergunto se tem alguma cantada que incomoda mais, e ela ri. Cleo diz que se apaixona com facilidade, ou “a cada esquina”, mas que “aquelas paixões que você não quer que a outra pessoa pegue um táxi às 3 da manhã e vá embora são raras”.

Embora deseje que isso volte a acontecer, entende que esse tipo de situação não é frequente na vida.

“É uma química que não é só cama ou cabeça, é estilo de vida, é no dia a dia, é conviver, é rock’n’roll. Tipo: ‘Eu vou te amar e vou amar os seus defeitos. E você os meus, porque eu tenho um monte deles e é bom você amar também, porque senão eu vou abandonar o barco’. Mas essas duas vezes [em que fui casada] eu não cheguei a esse lugar e, hoje, prefiro estar sozinha.”

Veja a entrevista completa na edição de setembro da VIP, já nas bancas

Comentários

Não é mais possível comentar nessa página.

  1. A se tivesse provado o poder de minha marreta.

    Curtir

  2. Katita Lazaroni

    Essa Cleo é muito chata.É da turma da Anita quer aparecer.

    Curtir

  3. Ela está suja de tatuagem, isso mostra que ela é provida de pouca inteligencia.

    Curtir

  4. Christopher Reeve

    Essa doida pode até ter feito sexo com uma cabra e um elefante ao mesmo tempo, ninguém liga… Ela é muito gata mas só entra nessas polemicas pra aparecer porque talento pra atuar passou longe… Cada um usa as ferramentas que têm!

    Curtir

  5. Menos Cléo…meeeeenooos….Vc nao é a Madona.Vc é uma atriz de terceiro mundo,que concorre com dezenas de outras atrizes mais talentosas que voce.

    Curtir

  6. João do Goiás

    Hoje ela não é mais adolescente…

    Curtir