[Ensaio VIP]: Letícia Spiller, sexy além dos limites

Com vocês, a musa que não para de desconcertar homens de todas as idades

Letícia Spiller Letícia Spiller veste blazer Animale, anel H.Stern.

Letícia Spiller veste blazer Animale, anel H.Stern. (Robert Astley Sparke/VIP)

 

“Who’s the movie star?”, pergunta o turista americano, no jardim do Hotel Santa Teresa, cinco-estrelas em estilo fazenda colonial no centro do Rio de Janeiro. De maiô e blazer branco semiaberto, ela desce a escada do jardim com suaves cruzadinhas de perna a cada degrau, partindo com tudo em direção à lente do fotógrafo inglês Robert Astley Sparke.

O clichê a associaria a panteras e outros felinos, mas os movimentos de Letícia Spiller parecem dever mais à cabrocha carioca hospedada em seu fenótipo germânico.

Letícia Spiller

 (Robert Astley Sparke/VIP)

Para ser exato, aquela loirice toda tem raízes austríacas, em uma cidadezinha que hoje pertence à República Tcheca. E mistura-se ao DNA da atriz com elementos mineiros, espanhóis, portugueses e daquilo que ela chama de “o bananal” do Rio de Janeiro. O resultado desconcerta homens de todas as idades há mais de duas décadas.

Letícia Spiller

 (Robert Astley Sparke/VIP)

Na pele da inesquecível Babalu (na novela Quatro por Quatro), a mocinha que despontou como paquita no Xou da Xuxa usou os penetrantes olhos azuis e o tufão nos quadris para provar que sabia interpretar – de quebra, moldando o arquétipo da periguete suburbana contemporânea.

Letícia Spiller

 (Robert Astley Sparke/VIP)

Loira gelada? “Eu não tenho nada disso!”, esclarece Letícia, enquanto é maquiada para a sessão de fotos que se estenderia por seis horas. Loira má? Na vida real, ocasionalmente. “Um veneninho básico, contra alguém sem noção, comentando com amigos íntimos, faz parte, né?”

Letícia Spiller

 (Robert Astley Sparke/VIP)

Nas novelas, é algo recorrente, em papéis marcantes como o de Maria Regina (de Suave Veneno). Na novela I Love Paraisópolis, viveu Soraya, uma milionária que inferniza a favela vizinha e que morre de ciúmes do filho (vivido por Mauricio Destri), par romântico de Bruna Marquezine.

Letícia Spiller

 (Robert Astley Sparke/VIP)

Aos 44 anos, Letícia discorre com desenvoltura sobre câmeras e lentes, e garante que, ao menos para ela, a era da alta definição na TV não aumentou a pressão na busca por aparência mais jovem. “Tem novos filtros, boa maquiagem, tantos recursos…”

Letícia Spiller

 (Robert Astley Sparke/VIP)

Há alguns anos, fez “uma correçãozinha” nas bolsas abaixo dos olhos. “Tirei um pouco de gordura dali, que é marca de família. E nem gostei tanto [risos]. Mas agora tenho de conviver com isso”, comenta, bem-humorada.

Letícia Spiller

 (Robert Astley Sparke/VIP)

Também botou silicone nos seios, por questões de autoestima. “Quando o personagem exige, tem sutiã, enchimento… Fiz questão da coisa natural. Pedi: ‘Meu amor, quero normal, um pouco caidinho, que acho bonito’. Seio é uma coisa que diz muito para a mulher.”

Letícia Spiller

 (Robert Astley Sparke/VIP)

Sem problemas para tirar a roupa no teatro e no cinema, Letícia é uma das raras estrelas de sua geração que jamais cedeu a convites para posar nua. Um dos motivos foi a preocupação com a reação de pessoas em torno de seu filho. “É um país muito machista, isso me irrita. Temos que evoluir muito ainda.” Agora que Pedro cresceu – habituado a ouvir de amiguinhos: “Tua mãe é gata, mó gostosa” –, ela diz que aceitaria, mas por uma quantia “muitíssimo alta”.

Letícia Spiller

 (Robert Astley Sparke/VIP)

Letícia prova seu valor na cama da suíte 51 do Hotel Santa Teresa, onde deitara-se o rock star Robert Plant. Domina o espaço como estrela, posa ao mesmo tempo em que se move, totalmente dona de si e da cena.

Letícia Spiller

 (Robert Astley Sparke/VIP)

“O brasileiro ainda fica intimidado diante de uma mulher poderosa. Infelizmente. Para se relacionar com alguém assim, o homem tem que estar preparado, tem que ter vivido um pouco. E saber que ele não vai competir, vai aceitar. Aceitar a mulher do jeito que ela é.” Neste caso, nada como a voz – e o corpo – da experiência.

Fotos: Robert Astley Sparke
Realização: Gregório Souza
Estilo: Manoela Fiães
Beleza: Ricardo Tavares
Produção de moda: Pedro Gonçalves
Assistente de fotografia: Eduardo Costa
Tratamento de imagem: Furia
Agradecimento especial: Santa Teresa Hotel (21 3380 0200; santateresahotelrio.com)

Ensaio originalmente publicado na edição 362 da revista VIP, em maio de 2015.