Guia do mochileiro em Mônaco

BOA VIDA

Guia do mochileiro em Mônaco?
Não é preciso ser príncipe para curtir o país do GP mais chique da Fórmula 1. Circule no meio dos pilotos, dê uma de bacana e gaste pouco dinheiro
POR RODRIGO FRANÇA

NA CORRIDA Em Mônaco tem ingresso para todo tipo de bolso. A partir de € 80, você pode curtir a visão dos carros rasgando o asfalto na sua frente. E de graça é possível se acomodar em algumas escadarias atrás da famosa curva La Rascasse (a última antes da linha de chegada) e ver os carros. Claro que, para isso, é preciso chegar bem cedo na pista e não se importar com a multidão (pensa que só nós temos a idéia de conseguir as coisas de graça?). Quando você ouvir o som do primeiro F-1 ecoando por todo o principado, descobrirá que valeu a pena.
NO HOTEL Em Mônaco, só o Galvão pode bancar um cafofo. Mas dá para achar diárias de hotel nas cidades próximas a partir de € 80– a maioria trabalha com pacotes de cinco ou seis dias para o GP. Se você não for fresco, os albergues de Nice têm beliches em quartos coletivos a partir de € 17.
NA COMIDA De novo, vá a Nice. Para economizar, abuse do couvert – o pãozinho é caprichado. Para comer até morrer, vá ao Bistrô Romain e peça o carpaccio com fritas (€ 15, com reposição até dizer chega). Já em Mônaco, meu velho, a cerveja do camelô custa € 5.
NO TRANSPORTE Esqueça o carro de aluguel: além de caro, ele vai ficar parado no caos das ruas de Mônaco nessa época. Se você faz questão de ter um veículo próprio, alugue uma scooter. Até os pilotos da F-1 andam nessas motinhas.
NO AVIÃO Por causa do dólar baixo e das promoções, nunca foi tão barato voar. Com mil doletas, dá para conseguir um vôo para Nice.
TIETAGEM Por ser uma prova de rua, as áreas de livre acesso são encostadas na zona restrita. O deque onde ficam ancorados os iates, por exemplo, fica em frente ao local onde só os credenciados entram, visitando os boxes das equipes. Pilotos, modelos e outras celebridades cruzam o tempo todo a linha que os separa dos pobres mortais. E o clima da Riviera costuma deixar essa gente de bom humor – assim, crescem suas chances de fotos e autógrafos.
PRESENTES As lojas oficiais de produtos da F-1 também metem a faca, mas as barracas no caminho entre o circuito e a estação de trem sabem que nem todos têm poder aquisitivo de piloto e oferecem coisas mais em conta– bonés, carrinhos, camisetas e outros souvenirs. Tem até óculos escuros por € 3. Tá, é de camelô, mas pelo menos você comprou em Mônaco, o glamour é garantido.

ANOTE ANTES DE PARTIR

Onde comer em Mônaco

Stars´n Bars (Quai Antoine, 6)
Brownie: € 6 Cheeseburger: €14
Coca-cola: € 5 Passe para a F-1: € 15 por dia, sendo € 10 de consumação

Planet Pasta (rue Imberty, 6)
Penne à carbonara: € 12,50 Rigatoni à bolonhesa: € 12,50 Soda: € 3

Onde comer em Nice

Atmosphere Café (Cours Saleya, 36)
Menu fixo: € 16,90

La Canne a Sucre (Promenade dês Anglais, 11)
Pizza: € 10,50

Le Mozart (Rue Baquis, 11, Nice)
Salada niçoise (para dois): € 15 Suco: € 3

Crema di Gelato (rue de Prefecture, 5)
Sorvete (dois sabores): € 2,50

E-mail Café (rue Saint Vicent, 8)
Café: € 2 Internet grátis

Guias online

Viaje Aqui: www.viajeaqui.com.br
Lonely Planet: www.lonelyplanet.com

Acomodação

Hotéis: www.booking.fr
Albergues: www.hostels.com
Hospedagem rural: www.gites-de-france.com
Bed and Breakfast: www.bedandbreakfastineurope.com
Cotações de hotéis: www.tripadvisor.com

Passagens e pacotes

www.expedia.com
www.airfrance.com.br
www.submarinoviagens.com.br

Aluguel de scooter

www.nicealocationrent.com

Sites oficiais

Mônaco: www.visitmonaco.com
Nice: www.nicetourisme.biz
GP de Mônaco: www.grand-prix-monaco.com/
Federação Internacional de Automobilismo: www.fia.com

Mônaco em 10 fatos

1. O Principado de Mônaco tem 32 mil habitantes, o mesmo que Cansanção (BA).

2. A área, 1,95 km2, é a metade de Águas de São Pedro (SP), menor cidade do Brasil.

3. Lá existe 0,91 homem para cada mulher. 4. Se você quiser jogar no cassino de Monte Carlo, leve paletó e gravata: o traje é obrigatório.

5. Ayrton Senna foi o piloto que mais faturou o GP de Mônaco: 6 vezes.

6. Louis Chiron, um dos dois pilotos monegascos de F-1, foi o homem mais velho a completar uma prova: em 1955, aos 55 anos, ele ficou em 6º lugar em Mônaco.

7. O prato mais típico de Mônaco se chama barbaguian: é um petisco feito de arroz, espinafre, alho-poró e queijo.

8. A pessoa mais famosa de Mônaco é a americana Grace Kelly, que se casou com o príncipe Rainier em 1955 em morreu 27 anos depois, em um acidente de carro.

9. A figura de maior destaque da música popular monegasca foi a princesa Stéphanie, filha de Grace Kelly: o single Ouragan (“Furacão”) vendeu 5 milhões de cópias em 1986.

10. A seleção de futebol de Mônaco não participa de competições organizadas pela Fifa. Num torneio de uma liga alternativa em 2006, o time perdeu de 21 a 1 para a equipe da nação Sami – povo que habita a porção norte da Escandinávia e um pedacinho do Ártico russo.

TRAÇADO A PÉ
Para conhecer o traçado mais famoso da F-1, o mais legal é percorrê-lo a pé. Logo após o fim das atividades de pista, as ruas são liberadas. E os pedestres fazem a festa, curtindo cada esquina para reconhecer o local de grandes ultrapassagens e ver os cartões-postais no caminho, como o Hotel de Paris, o cassino de Monte Carlo, a igreja de Saint Devote etc.