Quem é Rafael Puglisi, o dentista com 1,2 mi de seguidores no Instagram

Queridinho de famosos como Neymar e Giovanna Ewbank, ele é da 3ª geração de dentistas da família e especialista em estética dental

Rafael Puglisi

 (Rafael Puglisi/Reprodução)

À paisana, sem o jaleco (preto) que costuma usar no trabalho, Rafael Puglisi pode ser confundido com um desses garotões que vivem de sombra e água fresca.

Com cabelo comprido e desarrumado, braço tatuado, tronco malhado, o paulistano de 30 anos, no entanto, é hoje uma referência em odontologia estética e amealhou como clientes um batalhão de celebridades como Neymar, Giovanna Ewbank, Ronaldo, Maria Casadevall e Silvio Santos, entre vários outros.

E ele atribui o sucesso de seu negócio ao fato de praticamente não ter aproveitado a vida nos últimos nove anos.

“Tive que renunciar a muita coisa e entrar de cabeça aqui para fazer com que esse business continuasse”, conta ele, em seu escritório no Instituto Guy Puglisi, nome de seu avô, que abriu o consultório em São Paulo.

“Sou da terceira geração de dentistas da família. Estava fazendo faculdade quando meu avô decidiu fechar a clínica. Minha ideia inicial era me especializar em implantes, como ele – eu ia viver na zona de conforto. Mas quando aconteceu isso, vi que não daria para seguir a tradição”.

Ao saber sobre o potencial da indústria estética, pensou em se especializar nisso – um ramo que até pouco tempo atrás sofria preconceito mesmo entre os dentistas.

O tiro foi certeiro: por causa do êxito de suas lentes de contato dentais, não só levantou novamente o consultório como o fez crescer a ponto de hoje empregar 42 profissionais.

Rafael é um crítico de sorrisos que parecem ter saído de uma mesma linha de produção – esses artificiais que invadiram a boca de muita gente por aí.

Por isso, e para controlar o material que usa em seus clientes, ele decidiu criar um laboratório e fabricar as próprias lentes. “Posso acompanhar de perto como elas são feitas. Aqui é tudo manufaturado, uma arte mesmo. Não acredito na odontologia feita por máquina”, conta.

Ele aplica técnicas de visagismo e uma régua de proporção dental para que as lentes colocadas sobre os dentes fiquem em harmonia com o rosto da pessoa.

Para conseguir o acabamento mais perfeito possível, usa óculos capazes de amplificar a visão em até 28 vezes.

De cada dez pacientes recebidos, sete são pessoas que chegam para refazer tratamentos que não deram exatamente certo – por exemplo, com manchas causadas por infiltração ou dentões brancos de tamanhos iguais que lembram aquela antiga bala Mentex.

Outra técnica, a laser, o ajuda a retirar a lente antiga em segundos. Sem essa tecnologia, era preciso desgastar o dente e a retirada levava meia hora.

E lente de contato dental não é para todo mundo. “Às vezes, fico mais feliz com os tratamentos que não fiz do que com os que fiz”, conta. “É como prótese mamária. Assim que colocou, pode reduzir, mas não tirar”, diz, sorrindo e exibindo suas lentes de contato dentais. “Não parece que tenho, né?”, diz, ao notar meu espanto. “A ideia é esta: deixar o sorriso bonito e natural, e não fazer o cara virar motivo de chacota.”


Sorriso natural

Dicas de Rafael para não ter sorriso Mentex

1. Conheça referências de trabalhos antigos do profissional

2. Dê preferência a dentistas que produzam a própria lente

3. Procure um profissional que aplique a técnica de magnificação, que amplifica a visão e permite o uso de brocas muito mais finas para o desgaste do dente antes da aplicação da lente

 

Newsletter Conteúdo exclusivo para você