Muitas tatuagens podem melhorar seu sistema imunológico

Pesquisa levantou dados que mostram que o corpo se adapta melhor a situações de estresse após passar por várias sessões de tatuagem

 (Warner Bros/Divulgação)

Estamos em pleno século XXI, mas tatuagens ainda são vistas de maneira pejorativa. Para ter uma noção,  foi preciso uma ordem do STF (Suprema Tribunal Federal) para que candidatos tatuados pudessem participar de concursos públicos neste ano.

Apesar de todo o retrocesso, uma pesquisa apontou uma grande vantagem dos tatuados: por conta do processo utilizado para fazer as marcas, o sistema imunológico deles é mais forte do que a média. Pode acreditar! 

O estudo foi feito pela Universidade do Alabama mostrou que fazer uma série de tatuagens pode fortalecer seu sistema imune, deixando-o mais capaz de combater infecções comuns.

A pesquisa mostrou também que fazer uma única tatuagem pode ser ruim para o sistema imunológico, já que o corpo considera o processo como uma infecção. Quanto mais tatuagens o paciente fizer, mais seu corpo vai se adaptar ao processo invasivo e fortalecer o sistema imunológico.

“Depois da resposta ao processo de stress, seu corpo retorna ao equilíbrio. Porém se você continuar a causar stress no seu organismo, ao invés dele retornar ao ponto normal, ele se adapta internamente para as novas situações em que foi colocado” explica Christopher Lynn, chefe da pesquisa.

Para comprovar a tese, a pesquisa coletou amostras de saliva de pacientes com diversas tatuagens e comparou seus níveis de cortisona e hormônio de stress com os de pessoas com uma ou nenhuma tatuagem.

O resultado mostrou que os níveis desses indicadores é mais baixo em pessoas que acabaram de fazer sua primeira tatuagem, enquanto “veteranos” nesse mundo tem um corpo adaptado a essas situações.