Vamos falar sobre (in)fertilidade masculina?

A VIP da a letra para fugir do problema e apresenta autoteste que acaba de chegar por aqui

Sim caro leitor, a infertilidade masculina é um problema real. É uma dessas coisas que você não pensa com frequência, mas pode aparecer nos momentos mais inoportunos – leia-se, quando pensar em ter um filho. Aliás, esse é o principal problema da infertilidade masculina: ao diminuir o número de esperma, automaticamente, reduz as chances de fertilização.

VEJA TAMBÉM

Muitas vezes atribuído às mulheres, o problema da infertilidade afeta 40% dos homens em casos em que não foi possível a concepção. A boa notícia é que o controle da doença pode ser feito em casa, mas vale lembrar que não é completo e, muitas vezes, necessita outros exames complementares.

O primeiro passo para identificar o problema é realizar a contagem de espermas do paciente. O exame pode ser feito em laboratório, mas, recentemente, a ANVISA aprovou o primeiro autoteste masculino caseiro. Feito pela Alamar, o exame não tem contra indicações e pode ser feito rapidamente. O resultado do exame, porém, indica somente a contagem de espermas, ignorando fatores como mobilidade e vitalidade.

Caso o resultado caseiro dê negativo, os próximos passos terão que ser fora de casa. Muitos dos casos de infertilidade são causados pela varicocele, também conhecida como varize escrotal, doença que dilata as veias do escroto, dificultando a maturação dos espermas. A doença acomete 45% dos homens que nunca tiveram filhos e 85% dos que já tiveram, mas não é a única causa da infertilidade. Existem inúmeras outras doenças que podem causar o mau e podem ser identificadas e tratadas por médicos.

Com o novo exame caseiro, ficou ainda mais fácil monitorar seu corpo para evitar surpresas indesejadas. Deixe de lado os preconceitos e comece a se cuidar, afinal, nenhuma mulher merece ficar cuidando de problema de marmanjo que acha que é invencível.