Leves choques no tornozelo podem deixá-la excitada, diz estudo

Na jornada do prazer compartilhado, vale descobrir os lugares onde ninguém esteve

pés casal

 (Pixabay/Reprodução)

Cada vez mais o homem tem ido atrás de novas formas de satisfazer a mulher na cama.

Sabido que o sexo é um ganha-ganha e que ninguém tem a obrigação de trabalhar sozinho, vale de tudo para alcançar o prazer mútuo na relação e tirar o estima egoísta do sexo, não é mesmo?

Além do que vem antes da transa, como reservar uma mesa em um bar atraente, dividir um bom vinho ou procurar um motel temático diferente, ter cartas na manga na hora do ato é primordial para alavancar o tesão. E se vale de tudo, que tal explorar um ponto pouco conhecido?

O mapa do prazer passa pelas zonas erógenas. São pequenas regiões ao longo do corpo que, quando estimuladas, levam a sensações sexuais das mais variadas. Além dos locais óbvios que aparecem no momento da penetração (vaginal e anal) e do sexo oral, nuca, orelha e interior da coxa também entram na lista de lugares a conhecer.

Mas, e o tornozelo?

Talvez a parte comprida acima do calcanhar não sirva só para colocar adereços e ficar sob os lençóis. Em um estudo feito para trazer novamente à tona a vida sexual de algumas mulheres, foi descoberto que o nervo tibial, disposto por toda a medula espinhal, também abastece a pélvis.

Basta um choquinho lá e a mágica acontece.

Segundo o engenheiro biomédico Tim Bruns, responsável pela pesquisa feita na Universidade de Michigan, pequenos choques elétricos são feitos repetidas vezes no local, até que o fluxo sanguíneo aumente em regiões íntimas.

Após os primeiros testes bem sucedidos, a equipe de Tim dá oportunidade de um tratamento de três meses a mulheres interessadas em resgatar aquele fogo perdido.

“Cerca de 45% das mulheres apresentam alguma disfunção que atrapalhe a vida na cama”, afirma Bruns.

Mas não é preciso esperar a crise para achar a solução. Com a resposta positiva aos tratamentos de choque, por que não tentar andar por um terreno inabitado?

Na busca pelo prazer, vale quase tudo. Até o inusitado.

Newsletter Conteúdo exclusivo para você